Your browser doesn't support javascript.
loading
Evaluation of employees in public day care centers knowledge about breastfeeding and complementary feeding / Evaluacion del conocimiento de funcionarios de escuelas municipales de educacion infantil sobre lactancia materna y alimentacion complementaria / Avaliacao do conhecimento de funcionarias de escolas municipais de educacao infantil sobre aleitamento materno e alimentacao complementar
Souza, Joelania Pires de O.; Prudente, Amanda Moura; Silva, Dyene Aparecida; Pereira, Leandro Alves; Rinaldi, Ana Elisa M..
Afiliação
  • Souza, Joelania Pires de O.; UFU. Faculdade de Medicina. Uberlandia. BR
  • Prudente, Amanda Moura; UFU. Faculdade de Medicina. Uberlandia. BR
  • Silva, Dyene Aparecida; UFU. Faculdade de Medicina. Uberlandia. BR
  • Pereira, Leandro Alves; UFU. Faculdade de Medicina. Uberlandia. BR
  • Rinaldi, Ana Elisa M.; UFU. Faculdade de Medicina. Uberlandia. BR
Rev. paul. pediatr ; 31(4): 480-487, dez. 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-698045
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT

OBJECTIVE:

To evaluate the knowledge of public day care centers employees about breastfeeding and complementary feeding.

METHODS:

A cross-sectional study was conducted in 15 public day care centers randomly selected in the city of Uberlandia, Southeast Brazil. A questionnaire applied to school principals, teachers, educators and general services assistants (GSA) included demographic and socioeconomic variables and questions about knowledge on breastfeeding, complementary feeding besides employees' perceptions about these subjects. Kruskal-Wallis with multiple comparison and chi-square tests were used to compare variables by professional category.

RESULTS:

304 employees participated in the study. The highest percentages of correct answers were noted for questions about exclusive breastfeeding definition - 97% (n=296) and duration - 65% (n=199). Regarding complementary feeding, 61% (n=187) correctly answered about the appropriate age to introduce it, with a lower percentage for meat (56%; n=170) and sugar (16%; n=50). Concerning employees' perceptions, 9% (n=29) believed that there is weak breast milk, 79% (n=241) and 51% (n=157) reported the negative influence of bottle feeding and pacifier use on breastfeeding. Among the interviewed subjects, 77% (n=234) answered that they had a positive influence on the quality of the food given to the children. There were no differences in the answers according to professional category, except for the negative influence of pacifiers on breastfeeding.

CONCLUSIONS:

Employees of public day care centers knew more about breastfeeding than about complementary feeding. Educational activities about breastfeeding and complementary feeding are necessary for day care centers employees. .
RESUMEN

OBJETIVO:

Evaluar el conocimiento de funcionarias de guarderías públicas sobre lactancia materna y alimentación complementaria.

MÉTODOS:

Estudio transversal, realizado en 15 escuelas municipales de educación infantil de Uberlândia, Minas Gerais, seleccionadas por muestreo probabilístico. Participaron del estudio directoras, maestras, educadoras y ayudantes de servicios generales (ASG). El instrumento de investigación fue un cuestionario compuesto por variables demográficas, socioeconómicas y cuestiones que evaluaron el conocimiento sobre lactancia materna, alimentación complementaria y percepciones de las funcionarias sobre el tema. Se utilizó la prueba de Kruskal-Wallis con comparación múltiple y la prueba del chi-cuadrado, para comparar las variables por categoría profesional.

RESULTADOS:

Participaron del estudio 304 funcionarias. El porcentaje más grande de acierto ocurrió para las cuestiones sobre lactancia materna exclusiva, siendo el 97% (n=296) para definición y el 65% (n=199) para duración. Respecto a la alimentación complementar, el 61% (n=187) contestó correctamente la edad de introducirla, con porcentaje inferior para la introducción de carne, 56% (n=170) y de azúcar, 16% (n=50). Sobre las percepciones de las funcionarias, el 9% (n=29) relataron existir leche materna débil; el 79% (n=241) y el 51% (n=157) relataron la influencia negativa del biberón y del chupete, respectivamente, en la amamantación, y el 77% (n=234) creen influenciar positivamente en la calidad de la alimentación ofrecida a los niños. No hubo diferencia en las respuestas según el cargo, excepto por la influencia negativa del chupete en la amamantación.

CONCLUSIONES:

El conocimiento sobre la lactancia materna fue superior al de la alimentación complementaria, a pesar que las funcionarias se ...
RESUMO

OBJETIVO:

Avaliar o conhecimento de funcionárias de creches públicas sobre aleitamento materno e alimentação complementar.

MÉTODOS:

Estudo transversal, realizado em 15 escolas municipais de educação infantil de Uberlândia, Minas Gerais, selecionadas por amostragem probabilística. Participaram do estudo diretoras, professoras, educadoras e auxiliares de serviços gerais (ASG). O instrumento da pesquisa foi um questionário composto por variáveis demográficas, socioeconômicas e questões que avaliaram o conhecimento sobre aleitamento materno, alimentação complementar e percepções das funcionárias sobre o tema. Utilizou-se o teste de Kruskal-Wallis com comparação múltipla e o teste do qui-quadrado para comparar as variáveis por categoria profissional.

RESULTADOS:

Participaram do estudo 304 funcionárias. O maior percentual de acerto ocorreu para as questões sobre aleitamento materno exclusivo, sendo 97% (n=296) para definição e 65% (n=199) para duração. Quanto à alimentação complementar, 61% (n=187) responderam corretamente a idade de introduzi-la, com percentual inferior para a introdução de carne 56% (n=170) e de açúcar, 16% (n=50). Sobre as percepções das funcionárias, 9% (n=29) relataram existir leite materno fraco; 79% (n=241) e 51% (n=157) relataram a influência negativa da mamadeira e da chupeta na amamentação e 77% (n=234) acreditavam influenciar positivamente a qualidade da alimentação oferecida às crianças. Não houve diferença nas respostas segundo o cargo, com exceção da influência negativa da chupeta na amamentação.

CONCLUSÕES:

O conhecimento das funcionárias de creches públicas sobre o aleitamento materno foi superior ao da alimentação ...
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Zoonoses Base de dados: LILACS Assunto principal: Aleitamento Materno / Creches / Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado / Estudo de prevalência Limite: Adulto / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Lactente Idioma: Inglês Revista: Rev. paul. pediatr Assunto da revista: Pediatria Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: UFU/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Zoonoses Base de dados: LILACS Assunto principal: Aleitamento Materno / Creches / Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado / Estudo de prevalência Limite: Adulto / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Lactente Idioma: Inglês Revista: Rev. paul. pediatr Assunto da revista: Pediatria Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: UFU/BR
...