Your browser doesn't support javascript.
loading
Prevalência de neoplasias bucais malignas em Maringá/PR / Prevalence of oral malignant neoplasms at Maringá/PR
Iwaki, Lilian Cristina Vessoni; Chicarelli, Mariliani; Takeshita, Wilton Mitsunari; Pieralisi, Neli; Shiraishi, Celina Sayuri; Ferreira, Gustavo Zanna.
Afiliação
  • Iwaki, Lilian Cristina Vessoni; UEM. Universidade Estadual de Maringá.
  • Chicarelli, Mariliani; UEM. Universidade Estadual de Maringá.
  • Takeshita, Wilton Mitsunari; UEM. Universidade Estadual de Maringá.
  • Pieralisi, Neli; UEM. Universidade Estadual de Maringá.
  • Shiraishi, Celina Sayuri; UEM. Universidade Estadual de Maringá.
  • Ferreira, Gustavo Zanna; UEM. Universidade Estadual de Maringá.
Odontol. clín.-cient ; 11(2): 139-143, Abr.-Jun. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-699762
Biblioteca responsável: BR97.1
RESUMO
As neoplasias malignas são patologias agressivas, que possuem taxas elevadas de incidência e mortalidade. O câncer bucal representa a sétima posição no ranking das neoplasias malignas mais encontradas no homem. Sobre isso, o presente artigo tem por finalidade determinar a prevalência de neoplasia maligna nos projetos de extensão de lesões bucais da Universidade Estadual de Maringá e apresentar o trabalho multiprofissional de atenção à saúde bucal desenvolvido, mostrando a importância do tratamento integrado do paciente com câncer bucal. Os resultados do levantamento epidemiológico evidenciaram que a maioria dos pacientes acometidos pertencia ao gênero masculino (n=76), com idade entre a quarta e a quinta década de vida. A região mais acometida é o lábio inferior (18,7%), e a lesão diagnosticada histopatologicamente mais prevalente é o carcinoma epidermoide (76%). Portanto, o que se observa é que combater o câncer de boca ainda é um grande desafio para as Universidades responsáveis pela formação dos profissionais de saúde, para o sistema público de saúde e para a população. Além disso, a integração multiprofissional de atenção a esse paciente é muito deficiente e difícil, frente à complexidade dos casos.
ABSTRACT
Malignant neoplasms are aggressive pathologies that have high rates of incidence and mortality. The oral cancer represents the seventh position in the ranking of the most frequent malignancies in humans. This article aims to determine the prevalence of malignancy in the extension projects of oral lesions of the State University of Maringá and present the work of multidisciplinary oral health care developed by the same, showing the importance of integrated treatment of the patient with oral cancer. The results of epidemiological survey showed that the majority of patients are male (n=76), aged between fourth and fifth decades of life, the most affected region is the lower lip (18,7%) the diagnosed histopathologically squamous cell carcinoma (76%) more prevalent. So, what is observed that, to combat oral cancer, remains a major challenge for the universities responsible for training health professionals for the public health system and population, in addition, the integration of multiprofessional attention to this patient is very deficient and difficult, compared to the complexity of cases.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Idioma: Português Revista: Odontol. clín.-cient Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2012 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Idioma: Português Revista: Odontol. clín.-cient Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2012 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil
...