Your browser doesn't support javascript.
loading
Impacto da mortalidade da doença da aorta torácica no estado de São Paulo no período de 1998 a 2007 / Mortality impact of thoracic aortic disease in São Paulo state from 1998 to 2007
Dias, Ricardo Ribeiro; Mejia, Omar Asdrubal Vilca; Fernandes, Fábio; Ramires, Félix José Alvarez; Mady, Charles; Stolf, Noedir Antonio Groppo; Jatene, Fabio Biscegli.
Afiliação
  • Dias, Ricardo Ribeiro; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
  • Mejia, Omar Asdrubal Vilca; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
  • Fernandes, Fábio; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
  • Ramires, Félix José Alvarez; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
  • Mady, Charles; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
  • Stolf, Noedir Antonio Groppo; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
  • Jatene, Fabio Biscegli; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto do Coração Divisão de Cirurgia Cardiovascular.
Arq. bras. cardiol ; 101(6): 528-535, dez. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-701270
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
FUNDAMENTO Ainda não foram analisadas as características epidemiológicas das doenças da aorta torácica (DAT) no estado de São Paulo e no Brasil, assim como o seu impacto na sobrevida desses pacientes.

OBJETIVOS:

Avaliar o impacto da mortalidade das DAT e caracterizá-la epidemiologicamente.

MÉTODOS:

Análise retrospectiva dos dados do Sistema Único de Saúde para os códigos de DAT do registro de internações, de procedimentos e dos óbitos, a partir do Código Internacional de Doenças (CID-10), registrados na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo durante o período de janeiro de 1998 a dezembro de 2007.

RESULTADOS:

Foram 9.465 óbitos por DAT, 5.500 homens (58,1%) e 3.965 mulheres (41,9%); 6.721 dissecções (71%) e 2.744 aneurismas, 86,3% diagnosticados no IML. Foram 6.109 internações, 67,9% do sexo masculino, sendo que 21,2% evoluíram a óbito (69% homens), com proporções semelhantes de dissecção e aneurisma entre os sexos, respectivamente 54% e 46%, porém com mortalidade distinta. Os homens com DAT morrem mais que as mulheres (OR = 1,5). A distribuição etária para óbitos e internações foi semelhante, com predomínio na sexta década. Foram 3.572 operações (58% das internações) com mortalidade de 20,3% (os pacientes mantidos em tratamento medicamentoso apresentaram mortalidade de 22,6%; p = 0,047). O número de internações, de cirurgias, de óbitos dos pacientes internados e geral de óbitos por DAT foi progressivamente superior ao aumento populacional no decorrer do tempo.

CONCLUSÕES:

Atuações específicas na identificação precoce desses pacientes, assim como a viabilização do seu atendimento, devem ser implementadas para reduzir a aparente progressiva mortalidade por DAT imposta à nossa população.
ABSTRACT

BACKGROUND:

The epidemiological characteristics of thoracic aortic diseases (TAD) in the State of São Paulo and in Brazil, as well as their impact on the survival of these patients have yet to be analyzed.

OBJECTIVES:

To evaluate the mortality impact of TAD and characterize it epidemiologically.

METHODS:

Retrospective analysis of data from the public health system for the TAD registry codes of hospitalizations, procedures and deaths, from the International Code of Diseases (ICD-10), registered at the Ministry of Health of São Paulo State from January 1998 to December 2007.

RESULTS:

They were 9.465 TAD deaths, 5.500 men (58.1%) and 3.965 women (41.9%); 6.721 dissections (71%) and 2.744. aneurysms. In 86.3% of cases the diagnosis was attained during autopsy. There were 6.109 hospitalizations, of which 67.9% were males; 21.2% of them died (69% men), with similar proportions of dissection and aneurysm between sexes, respectively 54% and 46%, but with different mortality. Men with TAD die more often than women (OR = 1.5). The age distribution for deaths and hospitalizations was similar with predominance in the 6th decade. They were 3.572 surgeries (58% of hospitalizations) with 20.3% mortality (patients kept in clinical treatment showed 22.6% mortality; p = 0.047). The number of hospitalizations, surgeries, deaths of in-patients and general deaths by TAD were progressively greater than the increase in population over time.

CONCLUSIONS:

Specific actions for the early identification of these patients, as well as the viability of their care should be implemented to reduce the apparent progressive mortality from TAD seen among our population.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Doenças da Aorta / Hospitalização / Programas Nacionais de Saúde Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Doenças da Aorta / Hospitalização / Programas Nacionais de Saúde Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil
...