Your browser doesn't support javascript.
loading
Linfoma tiroideo, un dilema diagnóstico / Thyroid lymphoma, a diagnostic dilemma
Finozzi, María Rosa; Orellano, Pablo; Serra, María del Pilar.
Afiliação
  • Finozzi, María Rosa; Hospital de Clínicas. Facultad de Medicina. Universidad de la República. UY
  • Orellano, Pablo; Hospital de Clínicas. Facultad de Medicina. Universidad de la República. UY
  • Serra, María del Pilar; Hospital de Clínicas. Facultad de Medicina. Universidad de la República. UY
Rev. méd. Urug ; 31(3): 198-202, set. 2015. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-763428
Biblioteca responsável: UY6.1
RESUMEN
Dadas las implicancias diagnóstico-terapéuticas de una tumoración de rápido crecimiento en tiroides, esta situación debe hacer pensar en cáncer indiferenciado y linfoma tiroideo (LT), entidad de baja frecuencia que representa un desafío diagnóstico para el equipo médico. Los más frecuentes son los linfomas no Hodking tipo B (LNHB). La alta tasa de proliferación celular los hace sensibles al tratamiento con poliquimioterapia (PQT).

Objetivo:

se presenta el caso clínico de un LT primario cuya clasificación inmunohistoquímica (IHQ) es cuestionable.

Conclusión:

el LT es inusual, se descartará frente a una masa tiroidea, de rápido crecimiento, planteándolo siempre como diagnóstico diferencial. El tratamiento debe realizarse con equipo multidisciplinario, en base a PQT inicial y radioterapia, siendo la cirugía una terapéutica controversial.
ABSTRACT
Given diagnostic-therapeutic implications of a fast growing tumor in the thyroid, it is natural to think of undifferentiated cancer and thyroid lymphoma, a low frequency entity that entails a diagnostic challenge for the medical team. Type B non-Hodking lymphomas (NHL) are the most frequent ones. The high rate of cell proliferation makes them sensitive to polychemotherapy treatment.

Objective:

the clinical case of a thyroid lymphoma of a questionable immunohistochemical classification is presented.

Conclusion:

thyroid lymphomas are unusual, and they will be ruled out upon a fast growing thyroid mass, always considering it as a differential diagnosis. A multidisciplinary team must be involved in the treatment, based on initial polychemotherapy and radiotherapy, surgery being a controversial therapy.
RESUMO
Considerando as implicações diagnóstico-terapêuticas de um tumor de tireoides que cresce rapidamente, deve-se pensar em câncer indiferenciado e linfoma da tireoide (LT), uma entidade pouco frequente cujo diagnóstico desafia os médicos. Os mais frequentes são os Linfomas não Hodgkin tipo B (LNHB). Sua alta taxa de proliferação celular faz com que sejam sensíveis ao tratamento com poliquimioterapia (PQT).

Objetivo:

apresenta-se o caso clínico de um LT primário cuja classificação imuno-histoquímica (IHQ) foi questionada.

Conclusão:

o LT é raro e deve ser descartado quando se observa uma massa tireóidea, de rápido crescimento, considerando-o sempre como diagnóstico diferencial. O tratamento deve ser realizado por uma equipe multiprofissional empregando PQT no início e radioterapia, sendo a cirurgia uma terapêutica controversa.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Neoplasias da Glândula Tireoide / Linfoma Tipo de estudo: Relato de casos Limite: Humanos Idioma: Espanhol Revista: Rev. méd. Urug Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Uruguai Instituição/País de afiliação: Hospital de Clínicas/UY

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Neoplasias da Glândula Tireoide / Linfoma Tipo de estudo: Relato de casos Limite: Humanos Idioma: Espanhol Revista: Rev. méd. Urug Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Uruguai Instituição/País de afiliação: Hospital de Clínicas/UY
...