Your browser doesn't support javascript.
loading
DNA extraction from human bone: comparison of magnetic bead and silica column techniques / Extração de DNA de ossos humanos: comparação entre as técnicas de partículas magnéticas e coluna de sílica
Cândido, Ian M; Bezerra, Laryssa S. A; Mota, Mariana F; Gordinho, Neide M. O; Silva, Rhonan F; Mendes, Solon Diego S. C; Barcelos, Rejane S. S.
Afiliação
  • Cândido, Ian M; s.af
  • Bezerra, Laryssa S. A; s.af
  • Mota, Mariana F; s.af
  • Gordinho, Neide M. O; s.af
  • Silva, Rhonan F; s.af
  • Mendes, Solon Diego S. C; s.af
  • Barcelos, Rejane S. S; s.af
ROBRAC ; 23(66)set 2014. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-763967
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT

Objective:

The present study aimed the comparison between the automated magnetic bead and silica column techniques for DNA extraction of human bones. Material and

methods:

Both techniques were performed on 25 human femur bones evaluating I) the amount of extracted genetic material; II) the amount of amplified profiles; and III) the necessary time range to perform the techniques.

Results:

The automated magnetic bead technique recovered larger amount of DNA in 88% of the studied bone sample in comparison with the silica column technique. The automated magnetic bead technique also achieved a high level of amplifications (9/16loci) in 68% of the sample, while the silica column technique reached equal level of amplifications only in 36% of the sample. The time range elapsed for performing the automated magnetic bead technique was approximately 3 hours for processing 12 samples, while the silica column technique performed the same samples in 81 hours.

Conclusion:

Based on that, the automated magnetic bead technique presented optimal outcomes and faster performance compared to the silica column technique, revealing a valuable tool for forensic DNA extraction.
RESUMO

Objetivo:

O presente objetiva comparar as técnicas de partículasmagnéticas e de coluna de sílica para a extração de DNA a partirde ossos humanos.

Materiais e métodos:

Ambas as técnicas foramaplicadas em 25 fêmures humanos, visando avaliar I - a quantidadede material genético extraído; II - a quantidade de material amplificado;e III - o tempo decorrido para a aplicação de cada técnica.

Resultados:

A técnica de partículas magnéticas viabilizou maiorquantidade de material extraído em 88% da amostra. A mesmatécnica alcançou também maior quantia de material amplificado(9/16 loci) em 68% da amostra. O tempo decorrido para a aplicaçãoda técnica de partículas magnéticas consistiu num período de 3horas para o processamento de 12 amostras, enquanto a técnica decoluna de sílica realizou o mesmo procedimento em 81 horas.

Conclusão:

Desta forma, a técnica de partículas magnéticas apresentouresultados mais satisfatórios dentro de um desempenho mais rápidoquando comparada com a técnica de coluna de sílica, revelandoser uma eficaz ferramenta forense.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: ROBRAC Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2014 Tipo de documento: Artigo

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: ROBRAC Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2014 Tipo de documento: Artigo
...