Your browser doesn't support javascript.
loading
Avaliação de deiscências ou fenestrações ósseas alveolares por meio de tomografias computadorizadas / Evaluation of alveolar boen dehiscences and fenestrations by computed tomography
Alves, Patrick Henry Machado; Moreira, Guilherme Santos; Pacheco, Thereza Cristina Lira; Sbrana, Michyele Christhiane; Almeida, Ana Lucia Pompeia Fraga de; Esper, Luis Augusto.
Afiliação
  • Alves, Patrick Henry Machado; FOB. USP. BR
  • Moreira, Guilherme Santos; FOB. USP. BR
  • Pacheco, Thereza Cristina Lira; FOB. USP. BR
  • Sbrana, Michyele Christhiane; FOB. USP. BR
  • Almeida, Ana Lucia Pompeia Fraga de; FOB. USP. BR
  • Esper, Luis Augusto; FOB. USP. BR
Perionews ; 9(3): 249-256, maio-jun. 2015. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-764819
Biblioteca responsável: BR510.1
RESUMO

Objetivo:

avaliar o potencial de diagnóstico de fenestrações e deiscências ósseas alveolares por meio de tomografias computadorizadas. Material e

métodos:

foram selecionadas 21 tomografias de pacientes com idades entre 18 e 35 anos, de ambos os sexos. Foi avaliada a presença de defeitos de deiscências e fenestrações na superfície vestibular de todos os dentes, nestas tomografias computadorizadas por dois periodontistas não calibrados. As imagens foram visualizadas pelo software i-Cat Vision (Imaging Siences, Hatfield, Estados Unidos da América), em um monitor FlexScan S2000 de 20 polegadas, da marca Eizo (EizoNanao Corporation, Hakusan, Japão). Todas as avaliações foram realizadas pelos dois profissionais no mesmo dia, sem que um tivesse conhecimento da avaliação do outro.

Resultados:

foi avaliado um total de 461 dentes. O avaliador 1 encontrou 176 dentes com deiscências, 26 com fenestrações e 259 sem alterações (38,2%, 5,6% e 56,2%, respectivamente). O avaliador 2 encontrou 167 deiscências, 19 fenestrações e 275 dentes sem alterações (36,2%, 4,1% e 59,7%, respectivamente). Não apresentavam deiscências e fenestrações 9,5% dos pacientes. Houve concordância de 86,3% entre os avaliadores (teste Kappa = 0,84).

Conclusão:

deiscências e fenestrações ósseas foram bastante prevalentes. Houve alta concordância entre os examinadores, e a tomografia computadorizada é um método auxiliar de diagnóstico com padronização entre avaliadores.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Periodontia / Deiscência da Ferida Operatória / Reabsorção Óssea / Tomografia Computadorizada por Raios X / Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico Idioma: Português Revista: Perionews Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: FOB/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Periodontia / Deiscência da Ferida Operatória / Reabsorção Óssea / Tomografia Computadorizada por Raios X / Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico Idioma: Português Revista: Perionews Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2015 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: FOB/BR
...