Your browser doesn't support javascript.
loading
Cisto odontogênico ortoqueratinizado x tumor odontogênico queratocístico: a importância da diferenciação histopatológica no tratamento / Orthokeratinized Odontogenic Cyst x Keratocystic Odontogenic Tumour: The Importance of Differential Histopathogenesis in the Treatment
Nascimento, Rodrigo Dias; Raldi, Fernando Vagner; Moraes, Michelle Bianchi de; Holleben, Déborah; Arantes, Paula Tamião.
Afiliação
  • Nascimento, Rodrigo Dias; UNESP. Faculdade de Odontologia de São José dos Campos.
  • Raldi, Fernando Vagner; UNESP. Faculdade de Odontologia de São José dos Campos.
  • Moraes, Michelle Bianchi de; UNESP. Faculdade de Odontologia de São José dos Campos.
  • Holleben, Déborah; UNESP. Faculdade de Odontologia de São José dos Campos.
  • Arantes, Paula Tamião; UNESP. Faculdade de Odontologia de São José dos Campos.
Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac ; 12(1): 19-26, Jan.-Mar. 2012. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-792135
Biblioteca responsável: BR97.1
RESUMO
O cisto odontogênico ortoqueratinizado (COO) e o tumor odontogênico queratocístico (TOQ) são lesões distintas, com comportamento clínico e características radiográficas semelhantes. Enquanto o COO é classificado como cisto odontogênico, o TOQ, com base na última classificação da OMS em 2005, passou a ser classificado como neoplasia odontogênica. Essa alteração realizada na classificação do TOQ baseou-se em evidências científicas que constataram uma taxa de proliferação celular dessas lesões não compatível com as lesões císticas, fato esse comprovado mediante os dos elevados índices de recidiva encontrados no TOQ. Em função das semelhanças clínicas e radiográficas, a diferenciação histológica dessas lesões torna-se preponderante para o delineamento de um plano de tratamento conservador ou agressivo. Neste trabalho, relata-se um caso de paciente com 28 anos, gênero masculino, leucoderma, com aumento de volume assintomático em mandíbula, na região dos dentes 33, 34 e 35, todos com vitalidade. Os exames de imagem revelaram lesão radiolúcida em parasínfise e corpo mandibular esquerdo. O paciente foi submetido à punção aspirativa, com resultado negativo, e à biópsia incisional. O material coletado foi enviado a um laboratório de anatomopatologia cujo laudo revelou tumor odontogênico queratocístico. Assim sendo, o paciente foi submetido à cirurgia de enucleação com curetagem marginal, evoluindo sem intercorrências no pós-operatório. O material coletado durante a enucleação foi encaminhado ao laboratório de Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos - UNESP cujo laudo mostrou lesão cística revestida por epitélio ortoqueratinizado compatível com cisto odontogênico ortoqueratinizado, contradizendo o resultado obtido na biópsia incisional. Atualmente, o paciente encontra-se em proservação há 72 meses, sem indícios de recorrência lesional.
ABSTRACT
The orthokeratinized odontogenic cyst (OOC) and keratocystic odontogenic tumour (KCOT) are distinct lesions with similar clinical behavior and radiological features. According to the latest edition of the WHO classification, the KCOT is now classified as an odontogenic neoplasm and the OOC continuesto be classified as an odontogenic cyst. This change made in the classification of KCOT was based on scientific evidence that demonstrated that the proliferation rate of these lesions is not compatible with cystic lesions, a fact demonstrated by the high rate of recurrence found in KCOT. Due to their clinical and radiological similarities, the histological differentiation of these lesions is crucial when choosing whether to adopt a conservative or invasive plan of treatment. In this paper, we describe a 28-year-old male patient, caucasian, with asymptomatic increased volume in the mandible in the region of teeth 33, 34 and 35, all with vitality. The imaging studies revealed a radiolucent lesion in the left mandibular body and parasymphysis. The patient underwent aspiration with negative results and incisional biopsy. The material collected was sent to an anatomic pathology laboratory, and the report revealed a keratocystic odontogenic tumour. The patient therefore underwent a surgical enucleation with marginal curettage, with an unremarkable postoperative course. The material collected during the enucleation was sent to the Oral Pathology Department at the School of Dentistry, São José dos Campos - UNESP, whose report revealed a cystic lesion lined by orthokeratinizing epithelium compatible with an orthokeratinized odontogenic cyst, which was at odds with the result obtained in the incisional biopsy. The patient has been followed up for 72 months with no evidence of recurrence of the lesion.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2012 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. cir. traumatol. buco-maxilo-fac Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2012 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil
...