Your browser doesn't support javascript.
loading
Spatial-temporal trends and risk of suicide in Central Brazil: an ecological study contrasting indigenous and non-indigenous populations
Orellana, Jesem D; Balieiro, Antônio A; Fonseca, Fernanda R; Basta, Paulo C; Souza, Maximiliano L. Ponte de.
Afiliação
  • Orellana, Jesem D; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane. Manaus. BR
  • Balieiro, Antônio A; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane. Manaus. BR
  • Fonseca, Fernanda R; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane. Manaus. BR
  • Basta, Paulo C; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane. Manaus. BR
  • Souza, Maximiliano L. Ponte de; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Leônidas e Maria Deane. Manaus. BR
Rev. bras. psiquiatr ; 38(3): 222-230, July-Sept. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-792750
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT

Objective:

To examine spatial-temporal distribution and risk of suicide, as well as trends in suicide mortality rates, in the indigenous and non-indigenous population of the state of Mato Grosso do Sul, Brazil.

Methods:

Data were obtained from the Information Department of the Brazilian Unified Health System. Deaths recorded as voluntary self-inflicted injuries (ICD-10 codes X60.0 to X84.9) were considered suicide. Suicide rates were estimated and adjusted by age in the population > 9 years of age. Kernel analysis was used to assess the spatial distribution of suicide cases, while trend analysis was carried out using a non-parametric test (Mann-Kendall).

Results:

The suicide risk among the indigenous population was 8.1 (95%CI 7.2-9.0) times higher than in the non-indigenous population. For indigenous residents in the 15-24 age group, the risk was 18.5 (95%CI 17.5-19.6) times higher than in the non-indigenous population. The majority of indigenous cases were concentrated in a few villages in reservation areas, mainly occupied by Guarani-Kaiowá and Guarani-Ñandeva groups. Rate patterns remained stable over time in both groups.

Conclusion:

Suicide is a serious public health problem in Mato Grosso do Sul, and has had an alarming and disproportionate impact on the indigenous population for more than a decade.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde Base de dados: LILACS Assunto principal: Suicídio / Índios Sul-Americanos / Medição de Risco Limite: Adolescente / Adulto / Criança / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. psiquiatr Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Oswaldo Cruz/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde Base de dados: LILACS Assunto principal: Suicídio / Índios Sul-Americanos / Medição de Risco Limite: Adolescente / Adulto / Criança / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. psiquiatr Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Oswaldo Cruz/BR
...