Your browser doesn't support javascript.
loading
Growth curves in Down syndrome with congenital heart disease / Curvas de crescimento na síndrome de Down com cardiopatia congênita
Sica, Caroline D’Azevedo; Cesa, Claudia Ciceri; Pellanda, Lucia Campos.
Afiliação
  • Sica, Caroline D’Azevedo; Fundação Universitária de Cardiologia. Instituto de Cardiologia. Porto Alegre. BR
  • Cesa, Claudia Ciceri; Fundação Universitária de Cardiologia. Instituto de Cardiologia. Porto Alegre. BR
  • Pellanda, Lucia Campos; Fundação Universitária de Cardiologia. Instituto de Cardiologia. Porto Alegre. BR
Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) ; 62(5): 414-420, Sept.-Oct. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-794913
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
SUMMARY

Introduction:

To assess dietary habits, nutritional status and food frequency in children and adolescents with Down syndrome (DS) and congenital heart disease (CHD). Additionally, we attempted to compare body mass index (BMI) classifications according to the World Health Organization (WHO) curves and curves developed for individuals with DS.

Method:

Cross-sectional study including individuals with DS and CHD treated at a referral center for cardiology, aged 2 to 18 years. Weight, height, BMI, total energy and food frequency were measured. Nutritional status was assessed using BMI for age and gender, using curves for evaluation of patients with DS and those set by the WHO.

Results:

68 subjects with DS and CHD were evaluated. Atrioventricular septal defect (AVSD) was the most common heart disease (52.9%). There were differences in BMI classification between the curves proposed for patients with DS and those proposed by the WHO. There was an association between consumption of vitamin E and polyunsaturated fatty acids.

Conclusion:

Results showed that individuals with DS are mostly considered normal weight for age, when evaluated using specific curves for DS. Reviews on specific curves for DS would be the recommended practice for health professionals so as to avoid precipitated diagnosis of overweight and/or obesity in this population.
RESUMO
RESUMO

Objetivo:

avaliar hábitos alimentares, estado nutricional e frequência alimentar em crianças e adolescentes com síndrome de Down (SD) portadores de cardiopatia congênita (CC). Adicionalmente, procurou-se comparar classificações de índice de massa corpórea (IMC) de acordo com curvas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e curvas desenvolvidas para indivíduos com SD.

Método:

estudo transversal com indivíduos portadores de SD e CC atendidos em um centro de referência para cardiologia, com idade entre 2 e 18 anos. Foram aferidos peso, altura, IMC, valor energético total (VET) e frequência alimentar. O estado nutricional foi analisado por meio de IMC para gênero e idade, utilizando-se curvas específicas para SD e curvas da OMS.

Resultados:

foram avaliados 68 indivíduos portadores de SD com CC. O defeito do septo atrioventricular (DSAV) foi a cardiopatia mais frequente (52,9%). Houve diferença de classificação do IMC entre as curvas propostas para portadores de SD e pela OMS. Houve associação entre consumo de vitamina E e ácidos graxos poli-insaturados.

Conclusão:

resultados mostraram que indivíduos com SD são, em sua maioria, considerados eutróficos para a idade quando avaliados pelas curvas específicas para SD. Avaliá-los de acordo com as curvas específicas para SD seria o recomendado para a prática dos profissionais da saúde, evitando-se diagnósticos precipitados de sobrepeso e/ou obesidade nessa população.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Estudo de prevalência Idioma: Inglês Revista: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Universitária de Cardiologia/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Estudo de prevalência Idioma: Inglês Revista: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Universitária de Cardiologia/BR
...