Your browser doesn't support javascript.
loading
SAFETY AND EFFECTIVENESS OF SINGLE ANASTOMOSIS DUODENAL SWITCH PROCEDURE: PRELIMINARY RESULT FROM A SINGLE INSTITUTION / SEGURANÇA E EFICÁCIA DE ANASTOMOSE ÚNICA NO SWITCH DUODENAL: RESULTADO PRELIMINAR DE UMA ÚNICA INSTITUIÇÃO
NELSON, Lars; MOON, Rena C.; TEIXEIRA, Andre F.; GALVÃO, Manoel; RAMOS, Almino; JAWAD, Muhammad A..
Afiliação
  • NELSON, Lars; Orlando Regional Medical Center. Department of Bariatric Surgery. Orlando. US
  • MOON, Rena C.; Orlando Regional Medical Center. Department of Bariatric Surgery. Orlando. US
  • TEIXEIRA, Andre F.; Orlando Regional Medical Center. Department of Bariatric Surgery. Orlando. US
  • GALVÃO, Manoel; Orlando Regional Medical Center. Department of Bariatric Surgery. Orlando. US
  • RAMOS, Almino; Orlando Regional Medical Center. Department of Bariatric Surgery. Orlando. US
  • JAWAD, Muhammad A.; Orlando Regional Medical Center. Department of Bariatric Surgery. Orlando. US
ABCD arq. bras. cir. dig ; 29(supl.1): 80-84, 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-795023
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT

Background:

Single anastomosis duodeno-ileal bypass with sleeve gastrectomy (SADI-S) was introduced into bariatric surgery by Sanchez-Pernaute et al. as an advancement of the biliopancreatic diversion with duodenal switch.

Aim:

To evaluate the SADI-S procedure with regard to weight loss, comorbidity resolution, and complication rate in the super obese population.

Methods:

A retrospective chart review was performed on initial 72 patients who underwent laparoscopic or robot-assisted laparoscopic SADI-S between December 17th, 2013 and July 29th, 2015.

Results:

A total of 48 female and 21 male patients were included with a mean age of 42.4±10.0 years (range, 22-67). The mean body mass index (BMI) at the time of procedure was 58.4±8.3 kg/m2 (range, 42.3-91.8). Mean length of hospital stay was 4.3±2.6 days (range, 3-24). Thirty-day readmission rate was 4.3% (n=3), due to tachycardia (n=1), deep venous thrombosis (n=1), and viral gastroenteritis (n=1). Thirty-day reoperation rate was 5.8% (n=4) for perforation of the small bowel (n=1), leakage (n=1), duodenal stump leakage (n=1), and diagnostic laparoscopy (n=1). Percentage of excess weight loss (%EWL) was 28.5±8.8 % (range, 13.3-45.0) at three months (n=28), 41.7±11.1 % (range, 19.6-69.6) at six months (n=50), and 61.6±12.0 % (range, 40.1-91.2) at 12 months (n=23) after the procedure. A total of 18 patients (26.1%) presented with type II diabetes mellitus at the time of surgery. Of these patients, 9 (50.0%) had their diabetes resolved, and six (33.3%) had it improved by 6-12 months after SADI-S.

Conclusions:

SADI-S is a feasible operation with a promising weight loss and diabetes resolution in the super-obese population.
RESUMO
RESUMO Racional Anastomose única em bypass duodenoileal com gastrectomia vertical (SADI-S) foi introduzida na cirurgia bariátrica por Sanchez-Pernaute et al. como um avanço da derivação biliopancreática com switch duodenal.

Objetivo:

Avaliar o procedimento SADI-S no que diz respeito à perda de peso, resolução de comorbidades e taxa de complicações na população de superobesos.

Métodos:

Estudo retrospectivo com 72 pacientes iniciais que foram submetidos à laparoscopia ou por robô-assistida SADI-S laparoscópica entre 17 de dezembro de 2013 e 29 de Julho de 2015.

Resultados:

Foram incluídos 48 pacientes do sexo feminino e 21 do masculino com média idade de 42,4±10,0 anos (variação, 22-67). O índice de massa corporal (IMC) no momento do procedimento foi de 58,4±8,3 kg/m2 (42,3-91,8). O tempo médio de permanência hospitalar foi de 4,3±2,6 dias (3-24). A taxa de readmissão em 30 dias foi de 4,3% (n=3), devido à taquicardia (n=1), trombose venosa profunda (n=1), e gastroenterite viral (n=1). A taxa de reoperação em 30 dias foi de 5,8% (n=4) para a perfuração do intestino delgado (n=1), fístula (n=1), deiscência do coto duodenal (n=1), e laparoscopia de diagnóstico (n=1). Percentagem de excesso de perda de peso (% PEP) foi de 28,5±8,8% (13,3-45,0) em três meses (n=28), 41,7±11,1% (19,6-69,6) em seis meses (n=50), e 61,6±12,0% (40,1-91,2) aos 12 meses (n=23) após o procedimento. Um total de 18 pacientes (26,1%) apresentou-se com diabete melito tipo 2, no momento da operação. Desses, nove (50,0%) tiveram seu diabete resolvido, e seis (33,3%) tinham melhorado em 6-12 meses após SADI-S.

Conclusões:

SADI-S é operação viável com promissora perda de peso e de resolução do diabete melito na população de superobesos.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: ABCD arq. bras. cir. dig Assunto da revista: CIRURGIA GERAL / Gastroenterologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Estados Unidos Instituição/País de afiliação: Orlando Regional Medical Center/US

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: ABCD arq. bras. cir. dig Assunto da revista: CIRURGIA GERAL / Gastroenterologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Estados Unidos Instituição/País de afiliação: Orlando Regional Medical Center/US
...