Your browser doesn't support javascript.
loading
Multiparasitism in a wild cat (Leopardus colocolo) (Carnivora: Felidae) in southern Brazil / Multiparasitismo em um felino silvestre (Leopardus colocolo) (Carnivora: Felidae) no Sul do Brasil
Gressler, Lucas Trevisan; Noll, Jéssica Caroline Gomes; Freitas, Ítallo Barros de; Monteiro, Silvia Gonzalez.
Afiliação
  • Gressler, Lucas Trevisan; Universidade Federal de Santa Maria. Departamento de Microbiologia e Parasitologia. Santa Maria. BR
  • Noll, Jéssica Caroline Gomes; Universidade Federal de Santa Maria. Departamento de Microbiologia e Parasitologia. Santa Maria. BR
  • Freitas, Ítallo Barros de; Universidade Federal de Santa Maria. Departamento de Microbiologia e Parasitologia. Santa Maria. BR
  • Monteiro, Silvia Gonzalez; Universidade Federal de Santa Maria. Departamento de Microbiologia e Parasitologia. Santa Maria. BR
Rev. bras. parasitol. vet ; 25(3): 374-377, July-Sept. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-795070
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
Abstract Parasitic diseases reflect the health and balance of ecosystems, affecting not only individuals but also entire populations or communities. The aim of this study was to report on the diversity of parasitic helminths detected in the feces of a wild feline in southern Brazil. Parasites were obtained from fecal samples, and four techniques were used for parasitological examination direct examination, centrifugal flotation with zinc sulfate (Faust technique), simple sedimentation (Hoffman technique) and Baermann-Moraes. The parasites were identified through micrometry and morphology, as follows Ancylostoma sp., Toxocara sp., Trichuridae, Aelurostrongylus abstrusus, Alaria sp., and Spirometra sp. We recorded the genus Ancylostoma parasitizing L. colocolo for the first time.
RESUMO
Resumo Doenças parasitárias refletem a saúde e o equilíbrio dos ecossistemas, influenciando não só um indivíduo e sim uma população ou comunidade. Este trabalho teve por objetivo relatar a diversidade de helmintos encontradas nas fezes de um felino silvestre na região Sul do Brasil. Os parasitos foram obtidos a partir de amostras fecais, sendo utilizadas quatro técnicas para os exames parasitológicos exame direto, centrífugo-flutuação com sulfato de zinco (Técnica de Faust), sedimentação simples (Técnica de Hoffman) e Baermann-Moraes. Os parasitos foram identificados através de micrometria e morfologia, sendo esses Ancylostoma sp., Toxocara sp., Trichuridae, Aelurostrongylus abstrusus, Alaria sp. e Spirometra sp. Estudos da fauna parasitária de animais silvestres são relevantes, tanto para o equilíbrio e saúde desses animais, como para o controle e prevenção de doenças transmitidas ao homem. Ancylostoma spp. foi identificado pela primeira vez em L. colocolo.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Felidae / Fezes / Helmintos Limite: Animais País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. parasitol. vet Assunto da revista: Medicina Veterinária / Parasitologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Maria/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Felidae / Fezes / Helmintos Limite: Animais País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. parasitol. vet Assunto da revista: Medicina Veterinária / Parasitologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Maria/BR
...