Your browser doesn't support javascript.
loading
Os desafios da clínica psicológica: tutela e escolha / Los retos de la clínica psicológica: tutela y la elección / The challenges of the psychological practice: tutelage and choice
Feijoo, Ana Maria Lopez Calvo de; Protasio, Myriam Moreira.
Afiliação
  • Feijoo, Ana Maria Lopez Calvo de; Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. BR
  • Protasio, Myriam Moreira; Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. BR
Rev. abordagem gestál. (Impr.) ; 16(2): 167-172, dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-796451
Biblioteca responsável: BR85.1
RESUMO
Muitos podem ser os referenciais em que se pode fundamentar uma clínica psicológica. Partindo de um diálogo afinado com as filosofias de Kierkegaard e Heidegger, a perspectiva fenomenológico-existencial poderá firmar sua posição de que a clínica consiste em um espaço de conquista de si mesmo. Neste artigo pretendemos colocar em discussão o posicionamento crítico de Kierkegaard a respeito do modo como a ciência, a sabedora de vida e a autoajuda prescrevem aquilo que o homem deve fazer para evitar o tédio, a repetição e o ócio. Em Heidegger, traremos a discussão acerca das tonalidades afetivas da angústia e do tédio, sugerindo que antes de nos distrairmos, de modo a não nos confrontarmos com estes estados de ânimo, é preciso despertar para tais tonalidades, uma vez que são elas que abrem a possibilidade de um rompimento com o horizonte fático sedimentado, o qual nos faz crer que com a ciência, a sabedoria de vida e a autoajuda podemos transformar as contingências de acordo com a soberania da vontade...
ABSTRACT
Many approaches may be used for basis of psychological practice. Stemming from the philosophies of Kierkegaard and Heidegger, the phenomenological-existential perspective can establish its position in the fact that the clinic exists in the realm of self-conquest. Our intention in this article is to examine Kierkegaard’s position related to how science, knowledge of life and self-help prescribe what a man should do to avoid boredom, repetitiveness and idleness. In Heidegger, we discuss the affective tonality of anguish and boredom, emphasizing that before we attempt to amuse ourselves, in order to avoid confronting the aforementioned states of mind, it is necessary to be aware of such states, as they open the possibility of a break from the phatic sedentary realm, which leads us to believe that with science, the knowledge of life and self-help we can transform the contingencies according to the sovereignty of will...
RESUMEN
Muchos pueden ser los puntos de referencia que se puede basar en una clínica psicológica. Desde un diálogo en sintonía con la filosofía de Kierkegaard y Heidegger, la perspectiva existencial-fenomenológico podría reforzar su posición de que la clínica consiste en una conquista del espacio por sí mismo. En este artículo nos proponemos poner en debate la posición crítica de Kierkegaard acerca de la ciencia moderna, la sabiduría de la vida y la autoayuda prescribirem lo que el hombre debe hacer para evitar el tedio y la angustia. En Heidegger traerá la discusión del tono afectivo de la angustia y el tedio, señalando que antes de que se distraiga, por lo que no se enfrentan estos estados de ánimo, hay que despertar a estas tonalidades, al igual que las que se abren posibilidad de una ruptura con el horizonte historico atual, que nos hace creer que con la ciencia, la sabiduría en la vida y la auto-ayuda pueden acudir para contingencias, de conformidad con la soberanía de la voluntad...
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Filosofia / Psicologia Clínica / Existencialismo Idioma: Português Revista: Rev. abordagem gestál. (Impr.) Assunto da revista: Psiquiatria Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade do Estado do Rio de Janeiro/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Filosofia / Psicologia Clínica / Existencialismo Idioma: Português Revista: Rev. abordagem gestál. (Impr.) Assunto da revista: Psiquiatria Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade do Estado do Rio de Janeiro/BR
...