Your browser doesn't support javascript.
loading
Humanização e os Hospitais Brasileiros: experimentando a construção de novos paradigmas e novas relações entre usuários, trabalhadores e gestores (Editorial) / Humanization in Brazilian hospitals: experiencing the construction of new paradigms and new relationships between users, workers and managers (Editorial)
Pasche, Dário Frederico.
Afiliação
  • Pasche, Dário Frederico; Ministério da Saúde. BR
Rev. méd. Minas Gerais ; 19(4,supl.2): 1-2, out.-dez.2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-796699
Biblioteca responsável: BR21.1
RESUMO
A opção por se tomar a humanização como política pública no SUS foi motivada pela necessidade para afirmá-la como valor do cuidado e da gestão em saúde e, portanto, como conceito orientador. das práticas de saúde. Para ampliar as experiências de humanização nos equipamentos da rede SUS, entre os quais os hospitais, foi criada em 2003 a Política Nacional de Humanização (PNH), com o objetivo de deflagrar movimento político-institucional e social que alterasse os modos de gestão e de cuidado em saúde, ampliando a capacidade da rede SUS produzir mais e melhor saúde aos cidadãos e dignificar o trabalho em saúde. Para alcançar tal efeito, de imediato, se coloca a questão do "como fazer", da questão de método. Como alterar os modos de gerir e de cuidar instituídos nas organizações de saúde, avaliados como pouco efetivos para a produção de saúde? Como ultrapassar relações sociais, políticas e clínicas tão marcadas pelos interesses corporativos e de segmentos sociais e econômicos, que transformam muitas vezes o cuidado em saúde em atos desprovidos de sentido? Como contornar as relações marcadas pelo pouco diálogo e pelo autoritarismo imposto pelas desigualdades nas relações de poder e nas relações entre sujeitos nas práticas de saúde? Como restituir aos cidadãos maior autonomia no cuidado de si? A Política Nacional de Humanização, longe de apresentar respostas prontas para estas questões, apresenta um método, ou seja, uma estratégica para enfrentar e lidar com aquilo que tem sido designado "desumanizaçào", Para reverter a tendência da reprodução de práticas que atentam contra a dignidade do cuidado e da gestão é necessário reverter a principal força que mantém e reproduz estes problemas a exclusão. Reverter a exclusão requer a construção de estratégias de inclusão, ou seja, forçar a passagem...
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde Base de dados: LILACS Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Políticas Públicas de Saúde / Humanização da Assistência Limite: Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. méd. Minas Gerais Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Ministério da Saúde/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde Base de dados: LILACS Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Políticas Públicas de Saúde / Humanização da Assistência Limite: Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. méd. Minas Gerais Assunto da revista: Medicina Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Ministério da Saúde/BR
...