Your browser doesn't support javascript.
loading
The European Portuguese adaptation of the Fear of Pain Questionnaire / Fear of Pain Questionnaire: adaptação para o português europeu
Cardoso, Susana; Esculpi, Daniel; Carvalho, Ana Rita; Pereira, Diana R; Torres, Sandra; Mercado, Francisco; Barbosa, Fernando.
Afiliação
  • Cardoso, Susana; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
  • Esculpi, Daniel; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
  • Carvalho, Ana Rita; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
  • Pereira, Diana R; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
  • Torres, Sandra; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
  • Mercado, Francisco; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
  • Barbosa, Fernando; Universidade do Porto. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. Laboratório de Neuropsicofisiologia. Porto. PT
Rev. bras. reumatol ; 56(5): 377-383, Sept.-Oct. 2016. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-798104
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT In Portugal, it is estimated that chronic pain affects 36.7% of the population, constituting a multifactorial phenomenon with great impact at individual, family, community, and social levels. In the fear-avoidance model of pain, one of the most consistent consensual in the literature, the fear arises as one of the variables that can contribute to the development and maintenance of this condition. Thus, instruments for evaluating the fear of pain, as Fear of Pain Questionnaire (FPQ-III), may be useful in the conceptualization of the subjective experience of pain. Accordingly, this paper aims to describe the adaptation of FPQ-III for the European Portuguese. A total of 1094 participants (795 women; mean age = 25.16, SD = 7.72) completed the web based questionnaire. The results pointed to a different factor solution found in the first study of the original scale (five factors minor pain, severe pain, medical pain, injection pain, and afflicted pain), good internal consistency (.75–.85) and good correlations (between .30 and .59) between subscales and (between .68 and .85) for the total score and subscales. Given the need to meet the various dimensions of subjective experience of pain, the Fear of Pain Questionnaire is assumed as a useful tool, in combination with other, may contribute to the evaluation and intervention procedures progressively more comprehensive and adjusted to the challenges raised with the issue of chronic pain.
RESUMO
RESUMO Em Portugal, estima-se que a dor crônica afete 36.7% da população, constituindo um fenômeno multifatorial com grande impacto em nível individual, familiar, comunitário e social. No modelo de medo-evitamento da dor, um dos mais consensuais na literatura, o medo surge como uma das variáveis que podem contribuir para o desenvolvimento e a manutenção dessa condição. Assim, instrumentos dedicados à avaliação do medo da dor, como o Fear of Pain Questionnaire (FPQ-III), podem ser úteis na conceitualização da experiência subjetiva de dor. Em concordância, este trabalho tem como objetivo descrever a adaptação do FPQ-III para o português europeu. Preencheram o questionário pela internet 1.094 participantes (795 mulheres; idade média = 25,16, DP = 7,72). Os resultados obtidos apontam para uma solução fatorial diferente da encontrada no primeiro estudo da escala original (cinco fatores dor leve, intensa, médica, de injeção e aflita), uma boa consistência interna (entre .75 e .85), boas correlações entre subescalas (entre .30 e .59) e entre essas e a pontuação total (entre .68 e .85). Perante a necessidade de atender a várias dimensões da experiência subjetiva de dor, o questionário de medo da dor assume-se como uma ferramenta útil que, em combinação com outras, pode contribuir para processos de avaliação e de intervenção progressivamente mais compreensivos e ajustados aos desafios levantados pela problemática de dor crônica.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Psicometria / Inquéritos e Questionários / Medo Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: Europa Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. reumatol Assunto da revista: Reumatologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Portugal Instituição/País de afiliação: Universidade do Porto/PT

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Psicometria / Inquéritos e Questionários / Medo Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: Europa Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. reumatol Assunto da revista: Reumatologia Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Portugal Instituição/País de afiliação: Universidade do Porto/PT
...