Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Atuação do enfermeiro obstétrico na perspectiva das epistemologias do Sul / Desempeño de la enfermera obstétrica en la perspectiva de epistemología del Sur / Performance of nurse-midwives from the perspective of Epistemologies of the South

Cassiano, Alexandra do Nascimento; Menezes, Rejane Maria Paiva de; Medeiros, Soraya Maria de; Silva, Carlos Jordão de Assis; Lima, Mônica Cristina Ribeiro Alexandre d'Auria de.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm; 25(1): e20200057, 2021.
Artigo em Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: biblio-1114762
RESUMO Objetivo refletir acerca da atuação do enfermeiro obstétrico na atenção à mulher durante o processo parturitivo, sob a perspectiva teórica das Epistemologias do Sul. Método trata-se de estudo do tipo reflexivo, com base em uma revisão narrativa da literatura. Resultados após leitura e análise crítica dos documentos selecionados, e com base no referencial teórico das Epistemologias do Sul, emergiram dois eixos temáticos para reflexão, sendo eles: Descolonização do saber: atuação do enfermeiro obstétrico na reorientação do modelo de atenção à mulher durante o processo parturitivo; e O pensamento pós-abissal e a ecologia dos saberes versus práticas humanizadas de atenção ao parto e nascimento. Conclusão e implicações para a prática o enfermeiro obstétrico contribui para a valorização do conhecimento de grupos sociais poucos expressivos (minoritários), oprimidos ante à hegemonia de um modelo assistencial. Sua postura profissional busca a integração de distintos conhecimentos. A reflexão sobre a assistência da enfermagem obstétrica na perspectiva das Epistemologias do Sul poderá suscitar a discussão sobre as práticas obstétricas vigentes de modo a propulsionar a adoção de cuidados qualificados e humanizados na atenção à mulher durante o parto.