Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Deaths among the elderly with ICU infections / Muertes en ancianos con infecciones adquiridas en Unidades de Terapia Intensiva / Óbitos em idosos com infecção adquirida em Unidades de Terapia Intensiva

Sousa, Álvaro Francisco Lopes de; Queiroz, Artur Acelino Francisco Luz Nunes; Oliveira, Layze Braz de; Moura, Luana Kelle Batista; Andrade, Denise de; Watanabe, Evandro; Moura, Maria Eliete Batista.
Rev. bras. enferm; 70(4): 733-739, Jul.-Aug. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: biblio-898189
RESUMO Objetivo: avaliar o desfecho clínico de idosos que adquiriram infecção hospitalar hospitalizados em Unidades de Terapia Intensiva, correlacionando os achados com variáveis sociodemográficas e clinicas. Método: pesquisa descritiva, realizada com 308 pacientes idosos. A coleta deu-se em prontuários e contempla os anos de 2012 a 2015. Realizaram-se análises uni-/bivariadas. Resultados: registrou-se associação estatística entre os tipos de desfechos clínicos e as variáveis: faixa etária, tempo de internação, presença de comorbidades prévias, diagnóstico principal, infecção do trato respiratório e urinário, uso de cateteres vesical de demora e venoso central, ventilação mecânica e traqueostomia. A curva de sobrevivência evidenciou maior mortalidade entre idosos a partir de 80 anos. Conclusão: o desfecho clínico de idosos que adquirem infecção na Unidade de Terapia Intensiva é influenciado por variáveis sociodemográficas e clínicas, que incrementam as taxas de mortalidade.