Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Avaliação cognitiva de idosos em instituições de longa permanência: estudo transversal / Cognitive assessment of elderly people in long-stay institutions: a cross-sectional study / Evaluación cognitiva de los ancianos que viven en los hogares de ancianos: estudio transversal

Castro, Vivian Carla de; Lange, Celmira; Baldissera, Vanessa Denardi Antoniassi; Silva, Eraldo Schunk; Carreira, Lígia.
Online braz. j. nurs. (Online); 15(3): 372-381, 20161111. tab, ilus
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: biblio-967857
OBJETIVO: avaliar a cognição de idosos residentes em instituições de longa permanência e verificar a associação do estado cognitivo às variáveis sociodemográficas e aos domínios do Miniexame do Estado Mental (MEEM). MÉTODO: estudo descritivo, transversal e quantitativo. Os dados foram coletados com 161 idosos, utilizando-se o MEEM, entre janeiro e março de 2013 e analisados por meio dos testes qui-quadrado e Mann-Withney. RESULTADOS: Apresentaram déficit cognitivo 39,8% dos idosos e evidenciou-se pior desempenho cognitivo no sexo feminino. Os domínios do MEEM tiveram associação estatisticamente significativa com declínio cognitivo, sendo que orientação, atenção e cálculo e memória de evocação apresentaram maior influência sobre a presença de déficit cognitivo. CONCLUSÃO: O MEEM mostrou-se um instrumento prático para a avaliação cognitiva dos idosos e que pode orientar as intervenções de enfermagem, no sentido de favorecer uma padronização das metas a serem cumpridas na atenção ao idoso institucionalizado.