Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Condições de saúde dos idosos internados com fratura de fêmur / Health condition of hospitalized elderly with fêmur fracture

Casagranda, Letícia Pilotto; Santos, Fernanda dos; Lange, Celmira; Llano, Patrícia Mirapalheta Pereira de; Milbrath, Viviane Martin; Pinto, Andressa Hoffmann.
Mundo saúde (Impr.); 40(3): 319-326, maio, 2016. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde | ID: biblio-996697
As condições de saúde são determinantes para que o idoso possa desfrutar de um envelhecer com qualidade de vida preservada. O objetivo deste estudo é conhecer as condições de saúde do idoso antes de sua internação por fratura de fêmur. Estudo transversal de caráter descritivo realizado no período de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013, com 108 idosos internados num hospital do Sul do Rio Grande do Sul com diagnóstico de fratura de fêmur. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais com um questionário padronizado e pré-testado. A análise do desfecho foi por meio da estatística descritiva. Predominaram o sexo feminino, a faixa etária dos septuagenários e octogenários, a cor branca e os que frequentaram a escola. A hipertensão arterial sistêmica foi a doença crônica que mais acometeu estes idosos, seguida de problemas oftalmológicos. Quando questionados sobre o medo de cair 66% dos idosos referiram sentir e 68% já apresentavam uma certa dificuldade em deambular. A queda foi o principal motivo de ocasionar fraturas de fêmur entre os idosos estudados. Constatou-se, também, a utilização de várias medicações para manter as condições de saúde. A maioria do usuário da polifarmácia eram idosas que possuíam medo de cair, dificuldade em deambular e não realizavam atividade física. Conhecer as condições de saúde destes idosos propicia subsídios para que os profissionais e gestores da área de saúde possam criar estratégias de prevenção de doenças e agravos, proporcionando um envelhecimento saudável. Além de investir na prevenção das quedas, evitando fraturas.