Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Evitabilidade dos óbitos infantis em dois Distritos Sanitários do Recife: contribuição do Sistema de Saúde / Infantile avoidable death in the Sanitary District III of Recife- Pernambuco-Brasil: Contribution of the Brazilian National Health Service

Sarinho, Silvia Wanick; Melo, Paulo Sergio Santos; Lima, Tiago Sergio botelho de Oliveira; Sposito, Verônica.
An. Fac. Med. Univ. Fed. Pernamb; 51(2): 144-148, dez. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde | ID: lil-463408
RESUMO: A mortalidade infantil é um importante preditor das condições de saúde das populações. O conhecimento das causas básicas dos óbitos abre maiores perspectivas para o planejamento em saúde. O objetivo do estudo foi descrever e comparar a ocorrência de fatores de risco dos óbitos infantis sob a ótica da evitabilidade relacionados com a atenção à saúde, no Distrito Sanitário (DS) III da Cidade do Recife nos anos 2003 e 2004 e no DS IV em 2004.O estudo foi descritivo do tipo corte transversal com grupo comparativo. As informações foram obtidas através de dados secundários das fichas de investigação de óbito infantil do município recifense.Foram analisados 38 óbitos investigados nos DS III e IV no ano de 2004. A maioria 79% (30/38) foi neonatal. Verificou-se que 68,4% (26/38) eram residentes em área coberta pelo Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e pelo Programa de Saúde da Família (PSF) e que 57,1% (12/21) no DS III e 76,5% (13/17) no DS IV eram evitáveis. Concluiu-se que, embora tenha sido observada uma ampla cobertura por PACS / PSF, o número de óbitos possíveis de serem evitados foi elevado. Discute-se, dessa forma, o papel dos serviços de saúde na evitabilidade de tais óbitos