Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A mortalidade de idosos no Recife: quando o morrer revela desigualdades / Mortality among elderly people in Recife, State of Pernambuco, Brazil: when death reveals inequalities

Magalhães, Ana Paula Regazzi; Paiva, Sálvea Campelo e; Ferreira, Luiz Oscar Cardoso; Aquino, Terezinha de Almeida.
Epidemiol. serv. saúde; 20(2): 183-192, abr.-jun. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde | ID: lil-593442
Objetivo: caracterizar a mortalidade dos idosos segundo estratos de condição de vida (CV) em residentes do Recife, no triênio 2004-2006. Metodologia: estudo ecológico exploratório utilizando-se de informações do Sistema de Informações sobre Mortalidade(SIM) e da fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e a classificação de Guimarães para definir estratos. Resultados: os maiores riscos foram encontrados nos estratos de baixa CV, comparados com os de intermediária e elevada CV, independentemente do sexo, faixa etária, causa básica e local de ocorrência; mulheres e idosos (60-69) apresentaram riscos maiores nos estratos de baixa CV, em relação ao de elevada; na comparação de estratos, os riscos para cardiovasculares, respiratórias e neoplasias foram de 1,55, 1,58 e 1,13 respectivamente. Conclusão: a partir dos indicadores observados, o estudo aponta a necessidade de intervenção na fase adulta, mediante a responsabilização do poder público em promover melhores condições de vida e, consequentemente, o direito de envelhecer com dignidade.