Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Avaliação das salas de vacinação do Estado de Pernambuco no ano de 2011 / Evaluation of vaccination rooms of the state of Pernambuco in 2011

Araújo, Ana Catarina de Melo; Guimarães, Maria José Bezerra; Frias, Paulo Germano de; Correia, Jaílson de Barros.
Epidemiol. serv. saúde; 22(2): 255-264, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde | ID: lil-682084
Objetivo: avaliar o grau de implantação das normas e diretrizes, componentes estruturais e operacionais do Programa Nacional de Imunizações (PNI) nas salas de vacinação do Estado de Pernambuco, Brasil, em 2011. Métodos: realizou-se estudo de corte transversal, com amostra aleatória de 318 salas de vacinação; as variáveis, agrupadas em quatro componentes, foram coletadas mediante entrevista com técnicos de enfermagem e observação não participante; classificou-se o grau de implantação das normas e diretrizes como implantado (=90 por cento das salas com situação preconizada), parcialmente implantado (70-89 por cento), insuficientemente implantado (40-69 por cento) e não implantado (<40 por cento). Resultados: o grau de implantação dos componentes do PNI nas salas de vacinação variou de 67,0 por cento (ações de vigilância epidemiológica e educação em saúde) a 74,2 por cento (indicação e aplicação de imunobiológicos); a estrutura e organização das salas (70,4 por cento) e a rede de frio (73,6 por cento) apresentaram situação intermediária. Conclusão: o programa de imunização encontra-se parcialmente implantado (71,4 por cento) na rotina dos serviços de saúde de Pernambuco.