Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Limited activity and social participation after hospital discharge from leprosy treatment in a hyperendemic area in north Brazil / Pós-alta de hanseníase: limitação de atividade e participação social em área hiperendêmica do Norte do Brasil

Monteiro, Lorena Dias; Alencar, Carlos Henrique; Barbosa, Jaqueline Caracas; Novaes, Candice Cristiane Barros Santana; Silva, Rita de Cássia Pereira da; Heukelbach, Jorg.
Rev. bras. epidemiol; 17(1): 91-104, 03/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde | ID: lil-711254
INTRODUÇÃO: Os danos neurais estão entre os principais fatores que contribuem para incapacidade física na hanseníase, então é necessário monitoramento sistematizado desses pacientes com abordagem ampla nos aspectos físicos, psicológicos e sociais. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi caracterizar a limitação de atividade e participação social e sua correlação com incapacidades e/ou deficiências nas pessoas em pós-alta da poliquimioterapia para hanseníase. MÉTODO: Foi conduzido um estudo transversal no município de Araguaína, Tocantins, hiperendêmico para hanseníase. Avaliaram-se casos novos em alta por cura de janeiro de 2004 a dezembro de 2009, com realização de exame dermatoneurológico e análise da limitação funcional, de atividade e de restrição à participação social. RESULTADOS: Foram entrevistadas e avaliadas 282 pessoas (média de idade: 45,8 anos). As formas clínicas paucibacilares foram mais frequentes (170 pessoas; 60,3%). O escore olho, mão e pé variou de 0 a 12 (média: 0,7). Um total de 84 (29,8%) pessoas apresentou limitação de atividade. A leve restrição à participação social foi mais frequente em 18 (6,3%) casos. Houve correlação estatisticamente significante da limitação de atividade com idade mais avançada (r = 0,40; p < 0,0001) e com o grau da limitação funcional (r = 0,54; p < 0,0001), e da restrição à participação social com a limitação de atividade (r = 0,56; p < 0,0001) e com a limitação funcional (r = 0,54; p < 0,0001). CONCLUSÃO: A limitação funcional teve impacto sobre a realização de atividades e participação social das pessoas em alta ...