Your browser doesn't support javascript.

RIPSA

Rede Interagencial de Informações para a Saúde

Sistematizando informação e construindo conhecimento para políticas de saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Prevalência de adesão à terapêutica medicamentosa em idosos e fatores relacionados / Prevalencia de la adhesión al tratamiento farmacológico en ancianos y factores relacionados / Prevalence of medication therapy adherence in the elderly and related factors

Gautério-Abreu, Daiane Porto; Santos, Silvana Sidney Costa; Silva, Bárbara Tarouco da; Gomes, Giovana Calcagno; Cruz, Vânia Dias; Tier, Cenir Gonçalves.
Rev. bras. enferm; 69(2): 335-342, mar.-abr. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-783835
RESUMO Objetivo: verificar a prevalência de adesão à terapêutica medicamentosa entre idosos em atendimento ambulatorial e se há associação entre tal adesão e fatores demográficos, socioeconômicos e condições de saúde. Método: estudo exploratório, descritivo, transversal, quantitativo, realizado nos ambulatórios de um hospital universitário no Rio Grande do Sul, Brasil. Participaram 107 idosos, selecionados por conveniência, que responderam a três instrumentos de coleta de dados. Realizou-se análise estatística descritiva e inferencial. Resultados: a prevalência de adesão foi de 86,9%. Houve associação estatisticamente significante entre a variável adesão e receber orientações do médico sobre como fazer uso dos medicamentos e apresentar reação adversa. Conclusão: é importante que os enfermeiros conheçam a prevalência de adesão aos medicamentos e os fatores a ela relacionados para melhor planejamento de intervenções que promovam o sucesso terapêutico.