Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Saúde Pública Brasil

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Fear or Humour in anti-smoking campaigns? Impact on perceived effectiveness and support for tobacco control Policies / Medo ou Humor em campanhas antitabágicas? O impacto na perceção de eficácia e apoio a políticas antitabágicas

Reis, Eduardo Silva; Arriaga, Patrícia Paula Lourenço e; Postolache, Octavian Adrian.
Ciênc. Saúde Colet ; 24(12): 4727-4738, dez. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1055734
Resumo Várias campanhas antitabágicas são usadas para reduzir o consumo de tabaco. No entanto, até ao momento não existe um consenso sobre a eficácia da indução de emoções específicas nestas campanhas. Este estudo testou os efeitos de dois tipos de campanhas antitabágicas, induzindo Medo ou Humor, nas emoções, na perceção de eficácia das campanhas, no apoio a políticas antitabágicas, no desejo de fumar, e na suscetibilidade para fumar. Os participantes (N = 108; 54 fumadores), de ambos os sexos, foram aleatoriamente distribuídos para uma das seguintes campanhas indutoras de emoções medo (N = 52) ou humor (N = 56). Durante a exposição, registou-se o fluxo contínuo das emoções autorreportadas e as respostas fisiológicas. Após a exposição avaliou-se o impacto das campanhas nas emoções, na perceção de eficácia, nas políticas antitabágicas, no desejo e na suscetibilidade para fumar. Os resultados evidenciaram que as campanhas indutoras de medo foram percecionadas como mais eficazes e reduziram o desejo de fumar em fumadores. Políticas antitabágicas foram mais apoiadas por não fumadores. Futuramente deverá considerar-se que induzir diferentes emoções em campanhas antitabágicas pode ter efeitos distintos a nível afetivo e cognitivo, com possível relevância para a mudança comportamental.
Biblioteca responsável: BR1.1
Selo DaSilva