Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Saúde Pública Brasil

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Sobrecarga en los cuidadores principales de pacientes con dependencia permanente en el ámbito ambulatorio / Overload in primary caregivers of patients with permanent dependency in the outpatient setting / Sobrecarga nos cuidadores principais de pacientes com dependência permanente no âmbito ambulatório

Giraldo, DI; Zuluaga, S; Uribe, V.
Med. U.P.B ; 37(2): 98-96, 22 de agosto de 2018.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-912067

Objetivo:

identificar o grau de sobrecarga dos cuidadores principais de pacientes com dependência permanente no âmbito ambulatório.

Metodologia:

estudo quantitativo, descritivo transversal. Se utilizou a amostra a conveniência, para um total de 50 cuidadores. Se aplicou a escala Sobrecarga do cuidador de Zarit, validada no âmbito internacional. A escala explorou os efeitos negativos sobre o cuidador em sua saúde física, saúde mental, suas atividades sociais, recursos econômicos e o tempo. Se calcularam frequências e a pontuação final representou o grau de sobrecarga do cuidador. Se utilizou o programa Epi info v.3.5.4.

Resultados:

75% dos cuidadores foram mulheres, 36% deles foram os filhos dos pacientes, 34% teve escolaridade primária e 52% desempregados, a média foi de 46 anos, 54% casados, 50% com estrato socioeconômico três. 54% havia dedicado mais de 24 meses ao cuidado do paciente, 70% dedicou 10 e mais horas no dia e 66% tiveram o apoio de outras pessoas. 56% não teve sobrecarga, 34% apresentou uma sobrecarga ligeira e 10% uma sobrecarga intensa. 36% mostrou que as vezes se afetou sua saúde, frequentemente se afetaram as relações sociais em 40% e 52% as vezes não tiveram dinheiro suficiente.

Conclusões:

grande parte dos cuidadores de pacientes com dependência permanente, não apresentaram sobrecarga e tinham o acompanhamento de outras pessoas para o cuidado. A maioria dos cuidadores, foram mulheres, desempregadas e apresentaram dolências de saúde e dificuldades econômicas no cuidado do paciente.
Biblioteca responsável: CO101
Localização: CO101
Selo DaSilva