Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Saúde Pública Brasil

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A economia de bens simbólicos e a criação de um ambiente favorável à doação: uma análise das campanhas de incentivo à doação de órgãos e tecidos / La economía de los bienes simbólicos y la creación de un ambiente propicio para la donación: un análisis de las campanas de incentivo de donación de órganos y tejidos / The economics of symbolic goods and the creation of a favorable environment for organ and tissue donation: an analysis of campaigns to promote organ and tissue donation

Pauli, Jandir; Dalmoro, Marlon; Basso, Kenny.
Rev. adm. pública (Online) ; 52(3): 554-570, May-June 2018. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-957550
Resumo A partir da análise dos simbolismos presentes nos discursos publicitários das organizações que atuam com doação e transplantação de órgãos e tecidos no Brasil, o estudo tem como objetivo analisar quais são os símbolos que o Sistema Nacional de Transplantes (STN) produz para a construção de um ambiente favorável à doação. Para isso, parte-se de um plano teórico que discute os princípios que estruturam uma economia das trocas simbólicas no interior de uma lógica social, que estimula o comportamento altruísta e procura evitar o comportamento mercantil desses bens raros. No seu plano empírico, a partir da análise semiótica, observa-se que os atores públicos e privados intervenientes atuam na elaboração de símbolos capazes de estabelecer verdades subjetivas que estimulam a doação, em oposição ao comportamento mercantil.
Biblioteca responsável: BR1.1
Selo DaSilva