Your browser doesn't support javascript.

Secretaria de Estado da Saúde - BVS

Rede de Informação e Conhecimento

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Bioactive properties of Persea lingue Ness (Lauraceae) fruit and leaf extracts / Propriedades bioativas de extratos de folhas e frutos de Persea lingue Ness (Lauraceae)

Lillo, A.; Carvajal-Caiconte, F.; Vital, W.; Silva Junior, Pedro Ismael da; Paredes-Gamero, E. J.; Alvear, M.; Miranda, A..
Braz. J. Biol., v. 83, e248063, 2023
Artigo Inglês | SES-SP, SES SP - Instituto Butantan, SES-SP | ID: bud-3943
Persea lingue Ness é uma árvore que vive principalmente na floresta temperada do centro-sul do Chile. As folhas são usadas na etnomedicina. O fruto é uma drupa similar ao abacate e que nunca foi pesquisada anteriormente. O objetivo deste estudo foi o de avaliar a citotoxicidade em células leucêmicas e as atividades antibacterianas, assim como algumas características químicas do extrato de fruto e da folha do P. lingue. As atividades antibacterianas foram determinadas pelo método da inibição do crescimento bacteriano em meio líquido empregando-se bactérias Gram-positivas e Gram-negativas. As linhagens celulares leucêmicas, Kasumi-1 e Jurkat foram usadas para avaliar a atividade citotóxica em ensaios empregando-se iodeto de propídio e AlamarBlue. Foram avaliados os teores totais de fenóis, flavonóides, taninos condensados, alcalóides e lipídeos presentes nos extratos das folhas e dos frutos. As atividades antioxidantes de ambos os extratos também foram avaliadas. O extrato das folhas foi o que apresentou o maior conteúdo de fenóis, taninos condensados e flavonóides totais e a maior atividade antioxidante. Já o extrato de fruto apresentou a maior quantidade de lipídios e alcaloides e a melhor atividade antibacteriana contra Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus, Bacillus megaterium e Micrococcus luteus. Já o extrato das folhas apresentou apenas atividade contra M. luteus. Em relação à atividade citotóxica, apenas o extrato do fruto apresentou citotoxicidade contra as linhagens celulares Jurkat e Kasumi-1. Em resumo, o extrato do fruto de P. lingue é uma potencial fonte de moléculas com atividade biológica para o desenvolvimento de novos fármacos a serem utilizados em alguns tipos de leucemia, bem como agente antibacteriano.
Biblioteca responsável: BR78.1
Selo DaSilva