Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Aspectos entomológicos e epidemiológicos das epidemias de dengue em Fortaleza, Ceará, 2001-2012 / Aspectos entomológicos y epidemiológicos de las epidemias de dengue en Fortaleza, Ceará, Brasil, 2001-2012 / Entomological and epidemiological aspects of dengue epidemics in Fortaleza, Ceará, Brazil, 2001-2012

Oliveira, Rhaquel de Morais Alves Barbosa; Araújo, Fernanda Montenegro de Carvalho; Cavalcanti, Luciano Pamplona de Góes.
Epidemiol. serv. saúde ; 27(1): e201704414, 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-953376

Objetivo:

descrever os aspectos entomológicos e epidemiológicos das epidemias de dengue ocorridas em Fortaleza, Ceará, Brasil, de 2001 a 2012.

Métodos:

estudo descritivo com dados dos Sistemas de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), de Informações Hospitalares (SIH), do Programa de Febre Amarela e Dengue (2001-2009), do Programa Nacional de Controle da Dengue (2010-2012) e Levantamento Rápido do Índice de Infestação de Aedes aegypti, referentes aos anos quando a incidência da doença superou o percentil 75%.

Resultados:

De 2001 a 2012 foram notificados 194.446 casos suspeitos de dengue. Os anos epidêmicos foram 2001, 2006, 2008, 2011 e 2012. Houve aumento progressivo da incidência (587,0/100 mil hab. [2001] e 1.561,1/100 mil hab [2012]), com cocirculação de até três sorotipos e elevada infestação vetorial, principalmente em depósitos para armazenar água.

Conclusão:

após longo período de circulação do vírus em Fortaleza, a dengue permanece como importante problema de saúde, com casos graves e alta letalidade.
Biblioteca responsável: BR275.1