Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Análise estrutural das representações sociais sobre a aids entre pessoas que vivem com vírus da imunodeficiência humana / Análisis estructural de las representaciones sociales sobre el sida entre personas que viven con virus de la imunodeficiencia humana / Structural analysis of social representations on aids among people living with human immunodeficiency virus

Bezerra, Elys Oliveira; Pereira, Maria Lúcia Duarte; Maranhão, Thatiana Araújo; Monteiro, Priscila de Vasconcelos; Brito, Giselly Castelo Branco; Chaves, Ana Clara Patriota; Sousa, Ana Irys Bezerra de.
Texto & contexto enferm ; 27(2): e6200015, 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-962925
RESUMO

Objetivo:

identificar a estrutura das representações sociais sobre a aids entre pessoas com Vírus da Imunodeficiência Humana.

Método:

pesquisa descritiva, fundamentada pela Teoria do Núcleo Central das representações sociais. Aplicou-se um teste de associação livre de palavras com, entre 231 adultos em terapia antirretroviral. As evocações foram processadas com o software Ensemble de programmes permettantl'analyse dês evocations - EVOC2000®, que gerou um quadro correspondente à provável estrutura da representação.

Resultados:

o núcleo central foi integrado pelos elementos doença, tristeza, medo, morte e transmissão. O sistema periférico constituiu-se em maior frequência por preconceito, remédio e tratamento, na primeira periferia; difícil, preservativo e cura, na segunda periferia; ruim, prevenção e normal, na zona de contraste.

Conclusão:

as percepções centrais revelaram elementos compartilhados desde o surgimento da infecção. O sistema periférico apontou a necessidade de esforço contínuo para o enfrentamento da sociedade e sentimentos negativos, até que alcancem a cura.
Biblioteca responsável: BR21.1