Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A inserção masculina na Enfermagem: o que se escreve sobre esta questão? / La inserción masculina en la Enfermería: ¿qué se ha escrito sobre esta cuestión? / Male insertion in nursing: what is writing on this question?

Santos, Regina María dos; Barros, Larissa Melo Coêlho; Santos, Silvia Alves dos; Santos, Wanderlei Barbosa dos; Costa, Lais de Miranda Crispim.
Cult. cuid ; 21(48): 219-232, mayo-ago. 2017.
Artigo em Português | IBECS | ID: ibc-167403
Estudo cujos objetivos foram identificar e analisar produções científicas sobre a inserção masculina no exercício da Enfermagem. Trata-se de uma revisão integrativa com amostra de 47 artigos publicados em bancos de dados nacionais e internacionais. O método utilizado foi uma estratégia de busca onde articulou-se as palavras-chaves com os boleanos AND e OR em diferentes combinações para encontrar o maior número de produções. Os resultados permitiram construir quatro categorias: o exercício da enfermagem por homens se deu no contexto religioso e pela sua força física; a feminilização da enfermagem se deu pela modernização por Florence Nightingale; o homem na Enfermagem alcança mais facilmente cargos de poder e prestigio por sua masculinidade e os enfermeiros exercem a profissão também por realização pessoal embora sofram preconceito. Concluiu-se que a Enfermagem continua sendo majoritariamente feminina, mas com a presença masculina aumentando gradativamente. Os homens, ao se inserirem na enfermagem, desenvolvem estratégias para superar as dificuldades de ser homem e tornar-se enfermeiro (AU)
Biblioteca responsável: ES1.1
Localização: BNCS