Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Detecção de enteropatógenos e teste de susceptibilidade a agentes sanitizantes de cepas diarreiogênicas de Escherichia coli isoladas das praias de São Luís - Maranhão / Enteropathogens detection and susceptibility testing to sanitizer agents of diarrheagenic Escherichia coli strains isolated from the beaches of São Luís, Maranhão, Brazil

Almeida, Nathalia Cunha; Barros, André Luiz Raposo; Arouche, Saulo Pereira; Ferro, Thiago Azevedo Feitosa; Moraes, Flávio Henrique Reis; Monteiro Neto, Valério; Figueiredo, Patricia de Maria Silva.
Rev. patol. trop ; 41(3): 304-318, jul.-set. 2012. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-664763
Na cidade de São Luís, capital do estado do Maranhão, é ineficaz o tratamento de efluentes, os quais são lançados in natura nos recursos hídricos. Isso evidencia que, no ambiente costeiro,podem existir indicadores de contaminação fecal. Amostras das praias Ponta dAreia, São Marcos,Calhau e Olho dÁgua foram analisadas com o objetivo de detectar os enteropatógenos e as linhagens diarreiogênicas de Escherichia coli ali presentes e, além disso, testar a susceptibilidade a agentes sanitizantes das linhagens de E. coli diarreiogênicas. Em todos os pontos de coleta foramidentificadas espécies de E. coli, Serratia liquefaciens, Hafnia alvei, Salmonella spp., Serratia sp. Ascepas de E. coli diarreiogênicas, identificadas pela Reação em Cadeia de Polimerase (PCR), ficaram assim distribuídas 82por cento de E. coli enterotoxigênica (ETEC), 9por cento de E. coli enterohemorrágica (EHEC) e 9por cento de E. coli enteroagregativa (EAEC). Os agentes sanitizantes testados foram detergente, álcool doméstico e hipoclorito de sódio. Este último apresentou maior ação bactericida sobre todas as linhagens de E. coli. O estudo mostrou que os problemas de saneamento local têmcontribuído para a contaminação das praias de São Luís por microrganismos resistentes a agentes sanitizantes e que representam riscos à saúde pública.
Biblioteca responsável: BR15.1