Your browser doesn't support javascript.

Bibliografia do SUS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

A utilização dos indicadores de saúdebucal e de desenvolvimento humanono monitoramento da atençãobásica nos municípios da regiãometropolitana de Curitiba-PR / Use of oral health indicators and Human Development Indicators in monitoring of Primary Care in the municipalities of the Metropolitan Region of the city of Curitiba- state of Paraná

Pimentel, Bárbara Vieira; Ditterich, Rafael Gomes; Pecharki, Giovana Daniela; Zermiani, Thábata Cristy.
Espaç. saúde (Online); 15(3): 42-52, jul/set. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-730167

Resumo

Objetivou-se com o presente trabalho monitorar as ações em saúde bucal dos municípios do Núcleo Urbano Central (NUC) da Região Metropolitana de Curitiba ­ Paraná, por meio do uso de sistemas de informação, verificando a existência de correlação entre Indicadores da Atenção Primária emSaúde Bucal e os de desenvolvimento humano. Trata-se de um estudo descritivo correlacional, comavaliação de dados secundários. Os indicadores de desenvolvimento humano utilizados foram o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal referente ao ano de 2010 e o Índice Ipardes de Desempenho Municipal referente ao ano de 2011, obtidos na base de dados disponibilizada pelos Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico eSocial. Ao passo que os indicadores em saúde bucal foram acessados e analisados pela produção ambulatorial do Sistema de Informação em Saúde do Sistema Único de Saúde e consistem naconsolidação do ano de 2012 em relação a: a) Primeira Consulta Odontológica Programática; b) AçãoColetiva de Escovação Dental Supervisionada; c) Procedimentos Odontológicos Individuais Básicos;e d) Exodontias de decíduos e permanentes. Na análise estatística quantitativa foi utilizado o teste de correlação de Pearson, com nível de significância de 95%. A análise dos dados explicitou que quanto maior o desenvolvimento humano, maior é o número de primeiras consultas odontológicas programáticas (r=0,5963). Encontrou-se ainda correlação entre o número de primeiras consultas e o de exodontias (r=0,6439). Percebeu-se os sistemas de informação como importantes ferramentas noplanejamento local das ações de saúde bucal dos municípios.
The aim of this study is to monitor the actions in oral health care of the cities which comprise the Central Urban Core of the Metropolitan Region of the city of Curitiba ­ state of Paraná, using information systems and assessing the correlation between Primary Oral Health Care and Human DevelopmentIndicators. This is a descriptive correlational study with evaluation of secondary data. The humandevelopment indicators used for this study were the Municipal Human Development Index of the year2010 and the Index of the Institute for Economic and Social Development of the State of Paraná (Ipardes) of Municipal Performance of the year 2011, collected in the database provided by the UnitedNations Development Program and Ipardes. The oral health indicators were accessed and analyzed by the outpatient department production of the Health Information System of the Brazilian Unified Health System and are related to the year of 2012. Four indicators were used: a) first programmatic dentalvisit; b) collective actions of supervised tooth brushing; c) individual basic dental procedures; and d) extractions of deciduous and permanent teeth. In quantitative statistical analysis, we used Pearson's correlation test, with a significance level of 95%. Data comparison showed that the higher human development, the higher the first programmatic dental visit index (r=0.5963). Correlation was also foundbetween the number of first programmatic dental visits and the extractions index (r=0.6439). Thus,information systems are important tools in local planning of oral health actions in the municipalities.
Biblioteca responsável: BR512.1