Your browser doesn't support javascript.

Bibliografia do SUS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Registro eletrônico de saúde e produção de informações da atenção à saúde no SUS / Electronic health record and produce information for health care in the SUS

Panitz, Leandro Manassi.
Rio de Janeiro; s.n; 2014. 179 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-744971

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo formular uma revisão crítica, sob perspectivas históricas, sobre a produção de informações voltadas à atenção à saúde no país ao longo dos últimos 40 anos. Acredita-se que tais perspectivas, sob tais enfoques, se justificam pela necessidade de constituição de um Registro Eletrônico de Saúde (RES) no âmbito do Sistema Único de Saúde que considere os obstáculos que se formaram no contexto do desenvolvimento histórico social do país nas últimas décadas. Para tanto, apresenta-se uma revisão bibliográfica crítica fundamentada em uma digressão histórica que se estende da década de 70, pela descrição do surgimento dos primeiros sistemas de informação em saúde e que se estende até os dias atuais, quando se inicia um processo de incorporação de padrões técnicos e tecnológicos internacionais visando à construção de um RES alinhado às resoluções da OMS e ao tema da e-Saúde. O processo de construção de sua proposta suscitou uma série de questões que alteraram profundamente seu modelo. Coloca-se em evidência a evolução da forma de produzir informações, concernentes à atenção à saúde dos anos 70 até os dias atuais e a constatação de incompatibilidades de diversas ordens com um modelo de RES que atenda às necessidades atuais da sociedade brasileira. Em síntese, acreditamos que o sucesso do projeto RES-SUS Nacional depende da existência de sistemas de informação em saúde orientados a processos clínicos e de atenção à saúde, tais como os Prontuários Eletrônicos de Pacientes...
The present work has the objective to make a critical review, in historical perspectives concerning the production of information aimed at health care in the country over the last 40 years. It is believed that such perspectives under these approaches are justified by the need to establish an Electronic Health Record (RES) under the Health System that considers the obstacles that formed in the context of the historical social development over the past decades. To this end, it is presented a critical literature review based on a historical tour that stretches from the 70s, by the description of emergence of the first systems of health information and that extends to the present day, when starting a process of incorporation international technical standards and technology aiming to build a RES aligned with WHO resolutions and the topic of e-Health. The process of building a proposal raised a number of issues that profoundly altered its model. It is put in evidence the evolution of the way to produce information concerning the health care from the 70s to the present day and the finding of incompatibilities of various orders with a RES model that meets the current needs of Brazilian society. In summary, it is believed that the success of RES-SUS National project depends on the existence of information systems in health oriented clinical processes and health care, such as Electronic Medical records of patients...
Biblioteca responsável: BR526.1