Your browser doesn't support javascript.

Bibliografia do SUS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Uso de antimicrobianos na primeira infância e sua associação com defeitos de esmalte dentário na Atenção Primária à Saúde

Rocha, Ariston Frasnelli.
Porto Alegre; s.n; 2014. 17 p.
Tese em Português | Coleciona SUS (Brasil) | ID: sus-30914

Resumo

O esmalte dentário é um tecido altamente mineralizado e sem atividade metabólica após formado, o que significa que distúrbios ocorridos durante seu desenvolvimento podem se manifestar como defeitos permanentes nos dentes erupcionados. Uma alteração de grande importância é a hipomineralização molar-incisivo (HMI), que tem etiologia sistêmica e afeta os primeiros molares permanentes e os incisivos permanentes. Tem sido apontado na literatura uma relação do uso de antimicrobianos com HMI, especialmente a amoxicilina. Por isso, o objetivo do presente estudo foi verificar se há associação entre o uso de antimicrobianos nos primeiros anos de vida e o desenvolvimento de DDE em dentes permanentes de crianças de 6 a 12 anos (em 2012) na Atenção Primária em Saúde. Trata-se de um estudo analítico transversal, no qual incluíram-se as crianças examinadas que tiveram pelo menos uma consulta na sua unidade de saúde desde os primeiros meses de vida e ao longo dos primeiros 4 anos e excluídas todas aquelas que não tiveram acompanhamento regular nas suas unidades de saúde neste período, bem como as crianças cujo prontuário não foi encontrado. Do total de 228 crianças examinadas por dentistas treinados e calibrados, 144 permaneceram na avaliação em prontuários do uso de antimicrobianos e infecçõesna primeira infância. A amoxicilina foi o medicamento mais prescrito em todas as faixas etárias avaliadas, seguida pelo sulfametoxazol + trimetoprima. Das 144 crianças, 43 (29,9%) tinham dentição normal e 101 tinham DDE (70,1%). 17 pacientes apresentaram prescrição de antimicrobianos pelo menos alguma vez na vida nos primeiros 4 anos de vida e, destes, 13 apresentaram algum tipo de DDE. Dentre os pacientes que apresentaram DDE, a amoxicilina foi o medicamento mais prescrito, com pelo menos 6 pacientes utilizando-a mais que 6 vezes ao longo dos primeiros 4 anos. Não foi encontrada associação estatisticamente significativa para nenhum dos casos. Este estudo conclui que houve...(AU)
Biblioteca responsável: BR1751.1
Localização: BR1751.1; 614(81):615.281(043), R672u