Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

A integralidade das práticas dos profissionais do Programa Mais Médicos na Atenção Básica: um estudo de caso no município do Rio de Janeiro / The integrality of the practices of the professionals of the Program More Doctors in Basic Care: a case study in the city of Rio de Janeiro

Rio de Janeiro; s.n; 2017. tab, graf, mapas.
Tese em Português | COLECIONASUS | ID: biblio-833841
Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre. Orientador: Giovanella, Lígia.
A oferta de profissionais médicos para o cuidado de populações em áreas remotas e desfavorecidas é um dos maiores entraves ao acesso universal à saúde e à adequada atuação das equipes de Saúde da Família. O Programa Mais Médicos (PMM), iniciado em 2013, incluiu 18 mil médicos na Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS) até 2015, dentre os quais mais de 11 mil cubanos. A polêmica corporativa sobre a participação de médicos estrangeiros no PMM, especialmente os cubanos, envolveu aspectos do mercado de trabalho e da abrangência das práticas profissionais. Considerando que a integralidade é uma diretriz do SUS e um atributo essencial da Atenção Primária à Saúde, esta pesquisa teve como objetivo analisar a integralidade das práticas no PMM, na Atenção Básica no município do Rio de Janeiro. Foi realizado estudo qualitativo na Área Programática 3.1 do município do Rio de Janeiro, no período de 2013 a 2016. A análise da integralidade das práticas foi operacionalizada através de uma matriz composta por duas dimensões: abordagem biopsicossocial do cuidado, com orientação comunitária e elenco ampliado e integrado de ações de promoção, prevenção e assistência. Para cada dimensão foram definidos componentes, categorias e indicadores. As fontes de informação foram: entrevistas semiestruturadas com médicos (24), grupo focal com supervisoras PMM (4) e relatórios da Organização Social de Saúde Viva Rio e de supervisão prática do webportfólio do PMM. Os resultados identificam a presença, em diferentes graus, de todos os atributos da integralidade das práticas operacionalizados na matriz, tanto na dimensão da abordagem biopsicossocial do cuidado, com orientação comunitária quanto do elenco ampliado e integrado de ações de promoção, prevenção e assistência à saúde. Os médicos cubanos, com maciça participação no PMM, apresentam perfil compatível para a atuação na Atenção Básica, pois executam um leque amplo de ações e serviços e são atentos às demandas sociais e epidemiológicas do território. Os profissionais possuem marcada capacidade de inserção comunitária, enfoque preventivo, planejamento de ações e bom relacionamento interpessoal, identificando-se posturas e técnicas de acolhimento, vínculo, responsabilização e qualidade da atenção. A pesquisa contribui para a compreensão sobre as práticas no Programa Mais Médicos, percebendo-se um impacto positivo sobre a integralidade. Apontam-se fortes indícios de que o PMM, além do acesso às consultas médicas, tem possibilitado a oferta de cuidados integrais em saúde e o fortalecimento do Sistema Único de Saúde.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1