Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Health technology assessment: the process in Brazil / Evaluación de las tecnologías sanitarias: el proceso vigente en el Brasil / Avaliação de Tecnologias em Saúde: o processo no Brasil

Rev Panam Salud Publica; 41: e25, 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-845681
RESUMO Objetivos Descrever, analisar e comparar as opiniões dos tomadores de decisão envolvidos com o processo de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) em vigor no Brasil, em 2011. Métodos Estudo transversal conduzido através de questionário estruturado para avaliar as opniões de uma amostra de conveniência composta de profissionais de saúde dos sistemas de saúde público e privado. Foram coletados dados demográficos de todos os respondentes junto com suas opiniões sobre as regulamentações nacionais. Resultados Dos 200 questionários completados, 65% dos respondentes tinham entre 31-50 anos de idade; 36% eram gestores do sistema de saúde: 49.3% do sistema público e 50.7% do privado. A maioria dos respondentes (85%) considerou que o tempo permitido para a submissão de novas tecnologias era inadequado; 88% informou que a composição do comitê de avaliação necessitava melhorias. Respondentes do sistema privado de saúde responderam, com mais frequência, que os tempos de submissão eram inadequados (P=0.019) e que o prazo para a decisão pelo comitê deveria ser definido (P=0.021), com um prazo não superior a 180 dias/ 6 meses (P<0.001). Conclusões Respondentes indicaram que o processo de ATS deveria ser melhorado para alcançar suas expectativas. O fato de que uma nova legislação em ATS foi aprovada onde se aceitam submissões de forma contínua, tomada de decisões em até 180 dias, e agregam representantes da sociedade ao comitê de avaliação, demonstra que grande parte das preocupações dos respondentes foi respondida. Este estudo tem seu valor como uma análise histórica da melhoria do processo de ATS no país. Pesquisas adicionais são necessárias para acompanhar o novo processo de ATS, sua aplicação e contribuição às necessidades do sistema de saúde no Brasil.
Biblioteca responsável: BR1.1