Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Representações sociais de qualidade de vida por idosos: contribuição para o cuidado de enfermagem / Social representations of quality of life by elderly: contribution to nursing care

Rio de Janeiro; s.n; fev. 2017. 127 f p. tab, graf.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-846670
Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre. Orientador: Ferreira, Márcia de Assunção.
Representações sociais (RS) sobre qualidade de vida de idosos.

OBJETIVOS:

Identificar as RS construídas por idosos sobre qualidade de vida (QV); Analisar as práticas de cuidado adotadas pelos idosos, relacionadas à QV; Verificar relações existentes entre as ações promovidas em prol de um envelhecimento ativo e as RS dos idosos sobre a QV; Discutir as implicações das RS construídas pelos idosos para as ações de promoção da saúde e QV.

MÉTODO:

Pesquisa qualitativa, exploratória, analítica e explicativa, com abordagem processual da Teoria das Representações Sociais.Técnicas de produção de dados: observação participante; questionário sobre dados sócio-demográficos; entrevista em profundidade. Participaram 30 idosos do Programa Academia Carioca de Saúde de uma Clínica da Família do Rio de Janeiro. A análise das entrevistas foi pelo software Alceste e os dados sociodemográficos por estatística descritiva e percentual. O software gerou cinco classes lexicais.

RESULTADOS:

As RS de QV se constroem sustentadas nos determinantes sociais de saúde, nas condições de alimentação, moradia, financeira e social, elementos esses que vêm ao encontro do discurso da produção social da saúde. Possuem uma visão global e holística e as práticas de cuidado à saúde evidenciam uma atitude ativa frente ao envelhecimento, com intuito de prevenir ou amenizar as consequências de agravos das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT).

CONCLUSÃO:

As atividades físicas e sociais ocorridas no grupo promovem melhorias nas condições de saúde física, psicológica e social, com mudanças positivas nas atitudes frente a QV e bem-estar com ações preventivas e de cuidado de si. Demonstrou-se a importância da aplicabilidade das Políticas Públicas de Saúde em benefício da população idosa. O Programa Academia Carioca de Saúde enquadra-se como colaborador para diminuir a mortalidade por DCNT.(AU)
Biblioteca responsável: BR442.1
Localização: BR442.1; T809 EEAN