Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A vontade em Vygotski: contribuições para a compreensão da "fissura" na dependência de drogas / Le volonté chez Vygotski : contributions à la compréhension d'avidité dans la dépendance des drogues / La voluntad en Vygotski: contribuciones a la comprensión del craving en la drogadicción / The will in Vygotsky: contributions to the understanding of the "craving" in drug addiction

Psicol. USP; 29(2): 200-211, maio-ago. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-955615
Resumo A fissura (craving) é questão central no cuidado a pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas, sendo considerada uma incapacidade de controlar o desejo pelo consumo. Contudo, não há definição unívoca desse fenômeno. Investigou-se o conceito de vontade em Lev S. Vygotski (1896-1934), considerando-se que sua abordagem poderia contribuir para a compreensão da fissura. Realizou-se uma revisão da literatura acerca do craving e uma análise focal do conceito de vontade em textos selecionados de Vygotski. Não obstante as controvérsias sobre a definição do fenômeno da fissura, a proposição de Vygotski acerca da vontade como função psicológica superior mediada por motivos auxiliares possibilita ampliar a compreensão do craving. O manejo da fissura, assim, depende não somente de uma iniciativa individual, mas também de questionamentos sobre a lógica social, política e histórica que preside os significados sobre o uso de drogas.
Biblioteca responsável: BR1.1