Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Estratégias de enfrentamento: uma revisão sistemática sobre instrumentos de avaliação no contexto brasileiro / Coping strategies: a systematic review on evaluation tools in the Brazilian context / Estrategias de enfrentamiento: una revisión sistemática sobre instrumentos de evaluación en el contexto brasilero

rev. cuid. (Bucaramanga. 2010); 9(2): 2257-2268, maio-ago. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-963442
Resumo Introdução O enfrentamento caracteriza-se pela junção de estratégias cognitivas e comportamentais usadas pelos indivíduos, para o controle das demandas internas e externas e quando tais estratégias não são utilizadas de forma assertiva predispõem o indivíduo ao adoecimento. Este estudo teve como objetivo realizar uma revisão sistemática dos instrumentos para a avaliação das estratégias de enfrentamento adaptadas ao contexto brasileiro. Materiais e Métodos Revisão sistemática da literatura realizada nas bases de dados EBSCO, MEDLINE/PubMed, Web of Science e Scopus, no período de 2002 - 2017. Resultados Foram encontrados 305 artigos (português, espanhol e inglês), 33 artigos que tiveram critérios de elegibilidade e 11 artigos foram incluídos por tratarem de instrumentos validados que avaliam estratégias de enfrentamento. Sendo eles: Escala Modo de Enfrentamento de Problemas e Inventário de Estratégias de Coping. Discussão Os instrumentos são compostos por adaptações transculturais, de estilo psicométrico e de autoaplicação. De modo geral, os instrumentos apresentaram boas evidências de validade e fidedignidade. As propriedades de validade e consistência interna (confiabilidade) dos instrumentos foram consideradas satisfatórias. Conclusões Espera-se que esse trabalho incentive o avanço na busca de instrumentos de avaliação das estratégias de enfrentamento e que ofereça subsídios para o planejamento de intervenções mais assertivas, a fim de auxiliar os indivíduos no enfrentamento das situações conflitantes, minimizando o impacto do adoecimento.
Biblioteca responsável: CO332