Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Aspectos clínicos e ultra-sonográficos de pacientes com câncer e suspeita de trombose venosa profunda / Prospective evaluation of clinical and Doppler ultrasound characteristics of cancer patients with suspicion of deep venous thrombosis

Rev. Assoc. Med. Bras. (1992); 52(5): 360-364, set.-out. 2006. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-439660

OBJETIVO:

Avaliar as características clínicas e evolução dos pacientes com câncer e suspeita de TVP submetidos à USD e a sua sensibilidade.

MÉTODOS:

Estudamos 96 pacientes. A mediana da idade foi de 58 anos, sendo que 73 eram do sexo feminino. A USD foi realizada pelo mesmo radiologista em equipamentos digitais (logiq-500-GE e HDI5000-Phillips), com transdutores lineares de alta freqüência e, quando indicado, convexo de 3,5 mHz, utilizando-se modo B e Doppler.

RESULTADOS:

Sessenta e sete pacientes (69,8 por cento) evoluíram a óbito, sendo que apenas quatro (4,1 por cento) tiveram exame negativo para TVP e a causa do óbito relacionado a TEP. Quarenta e dois pacientes (43,8 por cento) não apresentavam TVP à USD, enquanto 33 (34,4 por cento) apresentaram-na, sendo que os demais (21,8 por cento) tinham TVP antiga ou trombose superficial. Considerando-se a evolução como padrão ouro e qualquer diagnóstico de TEP desses pacientes causado por TVP, a sensibilidade da USD foi de 95,9 por cento. Encontramos correlação estatisticamente significativa entre a presença de TVP e o estadiamento da neoplasia ao diagnóstico (p<0,05) e com a sobrevida dos pacientes (p<0,05). Não encontramos correlações significativas com as demais variáveis estudadas.

CONCLUSÃO:

A USD tem alta sensibilidade para diagnóstico de TVP em pacientes com câncer. A presença de TVP nessa população de pacientes se correlaciona com uma menor sobrevida e não há características clínicas que nos permitam isolar um subgrupo de pacientes com maior chance de TVP por USD.
Biblioteca responsável: BR1.1