Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Fatores associados ao uso pesado de álcool entre estudantes das capitais brasileiras / Factors associated with heavy alcohol use among students in Brazilian capitals

Rev Saude Publica; 44(2): 267-273, abr. 2010. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-540973

OBJETIVO:

Analisar a associação entre o uso pesado de álcool entre estudantes e os fatores familiares, pessoais e sociais.

MÉTODOS:

Estudo transversal realizado com estudantes de dez a 18 anos de escolas públicas de 27 capitais brasileiras, em 2004. Os dados foram coletados por meio de questionário anônimo, de autopreenchimento, adaptado de instrumento desenvolvido pela Organização Mundial da Saúde. A amostra representativa, composta por 48.155 estudantes, foi estratificada por setores censitários e por conglomerados (escolas). Associações entre o uso pesado de álcool e os fatores estudados foram analisadas por meio de regressão logística, considerando nível de significância de 5 por cento.

RESULTADOS:

Do total de estudantes, 4.286 (8,9 por cento) fizeram uso pesado de álcool no mês anterior à entrevista. A análise por regressão logística mostrou associação entre relações ruins ou regulares com pai (OR=1,46) e mãe (OR=1,61) e uso pesado de álcool. Seguir uma religião (OR=0,83) mostrou-se inversamente associado a este tipo de consumo de álcool. A prática de esportes e o fato de a mãe se percebida como liberal não mostraram significância no modelo. Houve maior prevalência de uso pesado de álcool entre os estudantes que trabalhavam.

CONCLUSÕES:

Ligações familiares mais coesas e seguir uma religião podem prevenir o uso abusivo de álcool entre estudantes.
Biblioteca responsável: BR67.1