Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Níveis da bacitracina de zinco como melhorador do desempenho de frangos de corte / Levels of zinc bacitracin used to improve the performance of broilers

Ciênc. rural; 44(6): 1093-1099, June 2014. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-709588
A utilização de antimicrobianos melhoradores de desempenho na criação de frangos de corte é uma prática comum na indústria avícola e, no Brasil, seu uso deve ser feito de acordo com os limites determinados pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).Objetivou-se com o presente trabalho determinar o efeito da utilização da bacitracina de zinco, dentro dos níveis recomendados pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), em dietas para frangos de corte sobre o desempenho de aves e criadas de 1 a 42 dias de idade. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com 5 tratamentos, distribuídos em 10 repetições de 25 pintos machos de corte da linhagem Cobb 500®, totalizando 1250 aves. Os tratamentos experimentais foram constituídos de cinco níveis de inclusão de bacitracina de zinco (0, 10, 25, 40 e 55ppm). As variáveis analisadas foram consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar e avaliação econômica das dietas. Para o período total de criação, avaliou-se também a viabilidade dos frangos de corte. A bacitracina de zinco foi eficiente como beneficiador do desempenho de frangos de corte criados no período de 1 a 21, 1 a 35 e 1 a 42 dias. Para o período de 1 a 21 dias, o uso de 55 e 29,3ppm de bacitracina de zinco resultou em menor consumo de ração e maior ganho de peso, respectivamente. No geral, a melhor conversão alimentar foi obtida quando se adicionou 55ppm de bacitracina de zinco na ração de frangos de corte.
Biblioteca responsável: BR1.1