Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Sentimentos de estranhamento e a reconstituição do vínculo familiar do emigrante retornado / Feelings of strangeness and the reconstitution of the family ties of the returned emigrant

Pensando fam; 19(2): 57-72, dez. 2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-778188
O sentimento de estranhamento acomete emigrantes retornados que encontram dificuldades de reinserção simbólica no seio familiar. Essa barreira que impede a reconstrução das relações familiares é experienciada por diversas famílias residentes em Governador Valadares e seu entorno. Objetivando compreender este sentimento presente no processo de restabelecimento das relações familiares do emigrante retornado, realizou-se este estudo do tipo transversal, descritivo, sob a forma de estudo de casos. Participaram 17 famílias de emigrantes retornados, que permaneceram no exterior por um período de 3 a 15 anos. Coletaram-se os dados através de entrevista guiada por roteiro semiestruturado de entrevistas, utilizando-se, em seguida, a Análise de Conteúdo de Bardin. Três categorias foram identificadas: (a) estranhamento inicial, (b) não estranhamento e (c) estranhamento constante. Conclui-se que apesar da maioria dos emigrantes fantasiar encontrar a mesma família deixada na partida, o restabelecimento das relações ocorreu, na maioria das vezes, com papéis e funções reformulados.
Biblioteca responsável: BR85.1