Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estereótipos sexistas na enfermagem portuguesa: um estudo histórico no período de 1935 a 1974 / Sexist stereotypes in portuguese nursing: a historical study in the period 1935 to 1974 / Estereotipos sexistas en la enfermería portuguesa: un estudio histórico en el periodo de 1935-1974

Esc. Anna Nery Rev. Enferm; 20(2): 228-235, abr.-jun. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-781498

Resumo

Gênero pode ser entendido como uma construção histórica, plural e, historicamente, definidos. Objetivo: Identificar estereótipos sexistas da enfermagem portuguesa entre o período de 1935 a 1974. Métodos: Investigação histórica com abordagem qualitativa. Como banco de dados para este estudo, foi utilizado os diários das sessões da Assembléia Nacional e da Câmara Corporativa de Portugal. Resultados: Os achados encontrados configuraram as seguintes categorias de análise: influência das forças armadas na profissão e a enfermagem militar, gênero como uma formação social e enfermagem como campo de trabalho feminino, exploração do trabalho em enfermagem, gênero como uma formação social e enfermagem como saber auxiliar, enfermagem como sacerdócio. Conclusões: Afirmamos, a necessidade de compreensão da enfermagem como trabalho, marcada por contextos históricos e culturais, a fim de pensarmos em caminhos para a valorização e o reconhecimento social do trabalho da enfermeira.
Gender may be understood as a historical construction, defined plurally and historically. Objective: To identify sexist stereotypesof Portuguese nursing in the period 1935 to 1974. Methods: Historical investigation with a qualitative approach. The sessiondiaries of Portugal's National Assembly and Corporative Chamber were used as a database for this study. Results: The findingsconfigured the following analytical categories: the influence of the Armed Forces on the profession and military nursing, gender asa social formation, and nursing as a female area of work, exploitation of nursing work, gender as social formation and nursing asauxiliary knowledge, and nursing as a priesthood. Conclusions: We assert the need to understand nursing as work, marked byhistorical and cultural contexts, such that it may be possible to think about paths towards the valorization and social recognitionof the work of the nurse.
El género puede ser comprendido como una construcción histórica, plural, e históricamente definidos. Objetivo: Identificarestereotipos sexistas de la enfermería portuguesa en el periodo de 1935-1974. Métodos: Investigación histórica, cualitativa.Como banco de datos para este estudio, se utilizaron diarios de las sesiones de la Asamblea Nacional y de la CámaraCorporativa de Portugal. Resultados: Los hallazgos encontrados configuraban las siguientes categorías de análisis: influenciade las fuerzas armadas en la profesión y la enfermería militar; género como una formación social y enfermería como campode trabajo femenino; exploración del trabajo en enfermería; género formación social y enfermería como conocimiento auxiliar;enfermería como sacerdocio. Conclusión: Se confirma la necesidad de comprensión de la enfermería como trabajo, marcadapor contextos históricos y culturales, con el fin de pensar en la valoración y el reconocimiento social del trabajo de la enfermera.
Biblioteca responsável: BR442.1