Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Escala de fontes de autoeficácia docente: estudo exploratório com professores de Educação Física / Teacher self-efficacy source’s scale: exploratory study with physical Education Teachers

Psicol. argum; 30(71): 659-669, out.-dez. 2012. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-58174
Desde que Albert Bandura postulou a existência de quatro fontes de informação que influenciam a formação das crenças de autoeficácia, esforços têm sido empregados na tentativa de melhor compreender como avaliar e em que medida essas fontes podem contribuir para a constituição da crença de autoeficácia em contextos diversos. O presente estudo teve como objetivo explorar evidências de validade para o desenvolvimento de uma Escala de Fontes de Autoeficácia de Docentes (Efaed). Participaram 261 professores de escolas públicas e privadas da educação básica. Os sujeitos responderam a dois instrumentos, sendo um de caracterização e o outro a escala submetida para a avaliação. A escala foi composta por 16 itens divididos em quatro fatores, cada qual representando uma fonte de constituição da autoeficácia contextualizada para o ensino. Os dados foram submetidos à análise fatorial, de consistência interna e de correlação, utilizando-se, para isso, os recursos do software SPSS. Resultados confirmaram as postulações da teoria, porém os itens se posicionaram em fatores diferentes daqueles pensados nele. A consistência interna da escala total (α de Cronbach) foi de 0,81 e as correlações entre os fatores foram baixas (r = 0,118 a 0,444), porém positivas. Os resultados foram encorajadores para a continuidade das investigações com amostras maiores e com o apoio de outros instrumentos de investigação.
Biblioteca responsável: BR495.1