Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

Winnicott & Klein: influências, continuidades e rupturas

Pereira Fulgencio Junior, Leopoldo.
Revista de Psicanálise, Porto Alegre; 27(2): 427-452, agosto 2020.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-1469
Este artigo procura elaborar um quadro para compreender as principais
influências que a obra de Melanie Klein teve sobre o pensamento de
Donald Winnicott, explicitando algumas de suas continuidades e rupturas.
Trata-se, em primeiro lugar, de apresentar um critério epistemológico/
metodológico para estabelecer uma comunicação possível entre sistemas
semântico-teóricos diferentes na psicanálise, considerando, então,
os fenômenos descritos (e não os conceitos) como foco de análise e
comunicação. Em seguida, objetiva retomar, para uma análise crítica, uma
série de possibilidades de compreensão das relações existentes entre as
propostas de Klein e Winnicott, começando pelos próprios comentários
de Winnicott e, depois, aprofundando o tema com as análises críticas de
Adam Phillips, John Padel, Joseph Aguayo, André Green, Susan Kavalier-
Adler e Jan Abram & Robert Douglas Hinshelwood. Ao final, procura-se
retomar a maneira como Klein descreve o fenômeno da inveja inata para
mostrar que, apesar de Winnicott recusar essa hipótese, ele reconhece a
inveja mesmo precoce, mas advinda ou produzida em certas condições
específicas como um fato da existência humana

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre; SPPA; Klein; Winnicott; Metodologia; Inveja.
Biblioteca responsable: UY113.1