Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

Atualidade da neurose1

Guignard, Florence.
Revista de Psicanálise, Porto Alegre; 27(1): 13-29, abril 2020.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-2038
O artigo revisa o conceito de neurose no século XXI. Conceito central da metapsicologia freudiana a partir da descoberta da sexualidade infantile das teorias sexuais infantis, a neurose desapareceu do repertório do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM) em 2014. Neurose infantil, neurose de transferência, neurose atual ou ainda neurose narcísica são conceitos esvaziados de seu valor diagnóstico do ponto de vista da nosografia psiquiátrica. O conflito entre o Eu e o Id, assim como o equilíbrio econômico entre os mecanismos de defesa primários e secundários, não são mais os principais eixos de observação do funcionamento psíquico. A autora examina a influência que exercem as modificações sociais e desenvolvimentais ocorridas no Ocidente do século XXI como, por exemplo, o desaparecimento do período de latência e a inflação da informação em relação à cultura sobre a situação do conceito de neurose nos dias de hoje. Tirada da situação central na qual Freud a colocou, a neurose é descrita numa situação de polaridade, em conceitos de terceiro tipo que opõem a neurose não apenas à perversão, mas também à psicose e ainda à psicopatia

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre; SPPA; NEUROSE; LATÊNCIA; CULTURA; INFORMAÇÃO.
Biblioteca responsable: UY113.1