Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

A ação responsável da psicanálise

Orduz, Luis Fernando.
Alter: revista de estudos psicanalíticos; 32-34(2-1/2): 123-129, diciembre 2016.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-4926
O objetivo do texto é destacar o poder que a palavra tem na recuperação do sofrimento
humano, destacando o papel da concessão de sentido que a psicanálise, como uma práxis
social, possibilita. A palavra no mundo contemporâneo circula em termos de informação, onde
um polo da comunicação tem o poder de emitir e conceder sentidos, e o outro polo (receptor)
parece agir como um re-produtor de tais informações gerando processos de alienação e
massificação. O processo psicanalítico busca desalienar o sujeito, para que apreenda como
operam em seu interior os discursos do outro que determinam as suas decisões e ações. Por
outro lado, o trabalho busca revelar as formas sociais em torno da noção de ação responsável
que leva muitos interesses a exercer o domínio sobre os sujeitos, como tem sido o trabalho
de evangelização, a colonização, cruzadas, ideologizações, ações em que aqueles no poder
procuram impor seu desejo e negar ou rejeitar o desejo dos outros. Essas ações conseguem
negar o outro em sua posição de sujeito e advertem o perigo que a noção de ação responsável
pode chegar a derivar como um exercício de poder de um sujeito sobre outro

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Sociedade de Psicanálise de Brasília; SPBSB; OUTRO; DESEJO; PALAVRA; ALIENAÇÃO.
Biblioteca responsable: UY116.1