Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

A eleição de líderes totalitários no século XXI: uma leitura freudiana

Marques Longo, Monique.
Cadernos de Psicanálise; 41(40): 189-201, jan.-jun. 2019.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-87
Freud, em 1914, postulou um tipo de escolha de objetos libidinais como apoio ou anaclítico
determinado pela semelhança com o pai protetor ou com a mãe que o alimentou. Em 1921, o
autor complementou expondo que também as escolhas de líderes que elegemos ao longo de
nossas vidas, os quais produzem homogeneidade às massas, são frutos de uma transferência de
sentimentos e idealizações àquele que instauramos como Ideal de Eu. Este artigo tem como
objetivo traçar um diálogo entre a psicanálise e filósofos políticos visando pensar as vicissitudes
psíquicas de sujeitos que elegem líderes de características totalitárias a despeito de toda a ameaça
que representam aos sistemas democráticos de governo

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro; CPRJ; NARCISISMO; IDEAL DO EU; FILOSOFIA; POLITICA; TOTALITARISMO.
Biblioteca responsable: UY116.1