Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > au:"Thiesen, Roberto" (8)
Detalhe da pesquisa
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
|
Resultados 1 - 8 de 8
8.

/kg/h (G200). O grupo controle (GC) recebeu bolus e infusão de NaCI 0,9%, em volume similar a lidocaína. Decorridos dez minutos do início das infusões, os parâmetros foram registrados novamente (M1), e em seguida, a adrenalina foi administrada (1 / Efeitos cardiovasculares da infusão contínua de lidocaína em cães anestesiados com isofluorano e submetidos a doses crescentes de adrenalina / g/kg/min). A partir deste momento e a cada dez minutos (M2, M3, M4, M5 e M6), as variáveis foram aferi das e registradas, e a taxa de infusão da adrenalina acrescida em 1

Jaboticabal; s.n; 28/06/2006. g/kg/min. Os parâmetros relacionados a anormalidades no ritmo cardíaco foram analisados pelo teste de Kruskal-Wallis (p<O,05). Demais dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA) seguida pelo teste de Tukey (p<O,05). Ocorreu acréscimo dos valores iniciais após a infusão de adrenalina para as variáveis hemodinâmicas. No traçado eletrocardiográfico houve aumento em PR, aT e RR e amplitude da onda R. As irregularidades de ritmo, classificadas como BA V, ESV e BNS, diminuíram nos grupos que receberam lidocaína com relação ao GC. Concluiu-se que a associação de lidocaína à anestesia com isofluorano não alterou os valores hemodinâmicos, mas diminuiu o aparecimento de disritmias p. 57 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-8827
Resultados 1 - 8 de 8